segunda-feira, maio 23, 2022

Ai Biden

Não é, em regra, muito bom sinal quando um dirigente político faz uma declaração, no calor de uma conferência de imprensa ou à margem de uma intervenção, e, depois, surge um comunicado a esclarecer o que ele quis dizer - em regra, algo diferente. Com Biden está a acontecer muito.

3 comentários:

Luís Lavoura disse...

Num post de ontem o Francisco falava de Kamala Harris estar à altura de substituir Biden. Agora, baixa a fasquia.

João Cabral disse...

Este Trump... Ah, desculpem, Biden!

Nuno Figueiredo disse...

BaU.

A carta da Líbia

Naquela segunda metade da década de 70, as relações entre Portugal e os países árabes iam de vento em popa. Os mercados árabes, diluídas que...