segunda-feira, 25 de maio de 2020

Parabéns!


Hoje, celebram-se 98 anos de vida do arquiteto Gonçalo Ribeiro Telles.

Somos um país com muito poucas unanimidades. Ribeiro Telles faz parte das escassas figuras, em Portugal, que merece um generalizado respeito, pela sua obra profissional mas, essencialmente, por ter visto, antes de quase todos, a importância das questões ambientais para o nosso futuro coletivo e de ter tido a coragem e o desassombro de nos alertar para elas, num tempo em que fazê-lo era considerado uma bizarria, quase uma ideia ridícula e sem sentido.

Deixo aqui a minha homenagem a essa grande figura de cidadania que é Gonçalo Ribeiro Telles.

5 comentários:

Unknown disse...

Um senhor. A prova como diferenças de base podem conviver, desde que com sobriedade e respeito mútuo.
Também um exemplo no campo da ecologia, que nunca confundiu com animalismo.

Anónimo disse...

Sr. Embaixador. Hoje, no noticiário da Antena 1. deram a notícia, repescada do Observador, do José Manuel Fernandes, que o Senhor tinha falecido, no dia dos seus anos. E esta em?

Anónimo disse...

"25 de maio de 2020 às 17:11"

O "Senhor" não pode morrer porque é eterno. Não foi à catequese, que raio?

José Figueiredo disse...

Sim, sem dúvida, Ribeiro Telles é uma figura maior de entre nós. Um monárquico que defende a "res publica".
José Figueiredo

7ze disse...

Com Adriano Moreira, os ultimos dinossauros vivos, a merecerem unânime respeito por pregarem no deserto da vida pseudo-política portuguesa (este blog é, de certa forma, uma excepção). Árvores cortadas, como grandes líderes, que poderiam ter sido. Pena que esse respeito não se reflicta em leitura e conhecimento das suas obras, e, sobretudo, opiniões, por parte da opinião pública e jovens, para quem o mais provável é que sejam nomes desconhecidos.