quinta-feira, 7 de maio de 2020

Honra e desonra

A TSF tem um lugar de honra na história da rádio em Portugal. Quando surgiu, cumpriu um papel de vanguardismo mediático idêntico àquele que tiveram o Expresso e o Público. Hoje, ao abrir o seu Fórum a uma temática como a que escolheu, a TSF arrisca-se a que alguém possa dizer que está a caminhar para um quadro de desonra. Não é esse o lugar da TSF.

4 comentários:

" R y k @ r d o " disse...

A publicidade, a necessidade de fazer dinheiro, por vezes guia as rádios e até Tvs a enveredar por caminhos que não eram supostos. A Sic em tempos era líder de audiências. Começou em força... Depois foi caindo, caindo...
.
Cumprimentos Poéticos
Cuide-se

João Cabral disse...

Mas esse mesmo debate não foi travado até no Parlamento? Então?...

Zé Augusto disse...

É assim a vida.Ao contrário dos papéis que tiveram o Expresso e o Público cada vez mais se vão aproximando de outros meios de comunicação social de que me dispenso de nomear.

Anónimo disse...

Toda a razão. O Fórum TSF tornou-num programa nocivo, onde as perguntam tentam condicionar as respostas ( as leading questions dos tribunals americanos) e que parece ter por objectivo deitar tudo abaixo e criar um ambiente depressivo com manifesto facciosismo político. Neste ambiente de pandemia deixei de ouvir,. Ttambém há muito tempo que o noticiário é muito mau, às vezes duas ou três intrigas de baixa política e nenhuma noticia. Outras vezes a notícia é a entrevista que acabou de passar na TSF
Fernando Neves