quinta-feira, 7 de maio de 2020

As esquinas de Lisboa

Ontem, atravessando Lisboa de carro, cruzei-me com grupos de pessoas, sem máscara, conversando em esquinas, em registo de “business as usual”, com idade não só de terem juízo como de deverem ter cuidados acrescidos, por virtude dessa mesma idade. Fiquei com um mau pressentimento.

4 comentários:

Take Direto disse...

Estou assim também. Acho que agora vai cavalgar um pouco mais e vamos voltar ao confinamento. No meu caso, manter-me em confinamento.

Anónimo disse...

Todos os dias somamos mortes e novas infecções, num ratio já preocupante. No entanto, os hipócritas de serviço ou os acéfalos continuam a falar de " milagre"...

Anónimo disse...

Bem,na falta de uma vacina, nalgum momento terá de se pagar a factura de fortalecer a imunidade de grupo. Nessa perspectiva, talvez seja mais razoável fazer isso agora do que no próximo inverno, não ?

MRocha

Anónimo disse...

O Costa, avisou. Se der para o torto. Passo atrás. Resido perto do Pavilhão João Rocha. Desde há dias, à porta de um pequeno restaurante,na zona, um permanente e volumoso cacho de homens maduros a beber "jolas"em contínuo, por horas, a fio.