sábado, 9 de maio de 2020

Lideranças

Líder do CDS, hoje, ao “Expresso”: “O CDS é um partido eurocontido, não entra no exceitamento federalista, nem na negação dos valores da construção europeia”. 

É difícil dizer tanto nada com tantas palavras. Mas, contudo, também consegue nada dizer, com nenhumas palavras, perante o filo-fascismo de alguns dos parceiros do seu partido no PPE.

1 comentário:

Anónimo disse...

Eh pá, e você não se ofende com o filo-comunismo dos camaradas que andam aqui nos seus "posts" a defender o Estaline, irra?