segunda-feira, 23 de abril de 2018

Rótulos

Alguns socialistas, depois de anos de escrúpulo semântico e ideológico, lá conseguem assumir que o seu partido é “social-democrata”. O mesmo não acontece ainda com a direita que, envergonhada, teima em não adotar a designação e se traveste do equívoco “centro-direita”. Que complexos!

1 comentário:

Anónimo disse...

O nosso escriba parece que não viveu o PREC no qual,durante muitos anos, o maior insulto era dizer a uma pessoa que não era politizada, que era fascista, .
Foi a politização da sociedade. E Isso marcou-a até hoje como foi pretendido naquela época. Agora ainda...querem até nos blogs, que os não-politizados não sejam " anónimos ".
Isto parece ir de mal a pior.