segunda-feira, 23 de abril de 2018

Os puros

Nos desabafos catastrofistas sobre o futebol nacional - trafulhices dos dirigentes, conluios com arbitragens, golos mal assinalados, tempo a mais no jogo, alegados subornos a jogadores “adversários”, há sempre um clube miraculosamente impoluto: o nosso. Por que será? Tenham juízo...

2 comentários:

Anónimo disse...

Mas o "football" é bem o espelho do que resta deste país. Só que não tem tanto conhecimento disso os que são aficionados. Se acabar o jogo não sei o que será de nós.
Talvez uma Republica Democrática do "Football". Temos de seguir os passos de Barcelona e viremos costas à Europa que nos impõe que sejamos honestos e a revolução está muito longe disso. É sim um vale tudo de uns contra os outros.

A Nossa Travessa disse...

Meu caro Franciscamigo

O nosso? Com o BdC??? Esquece...
_______

Venho dedicando nestes últimos tempos bastante atenção aos monumentos megalíticos, nomeadamente aos que existem em Portugal que são muitos e pouco conhecidos do grande público. Daí que a Nossa Travessa publique um novo artigo que aborda o Cromeleque dos Almendres que é o maior da Península Ibérica e fica situado a cerca de 11 quilómetros de Évora