segunda-feira, 23 de abril de 2018

Nem às paredes confesso

Adoro os filmes “à Poirot” em que, quase no final (há sempre uma cena depois, repararam?), todo o pessoal se junta numa sala até queum confessa o crime, conquistado pela perspicácia do investigador. Ando há anos a treinar para não confessar, mesmo que muito pressionado. Acho que vou conseguir.

Sem comentários: