terça-feira, 17 de abril de 2018

Não há almoços grátis!

Tem alguma graça a ingénua indignação de quantos se acham “pirateados” e invadidos na sua privacidade pela empresas proprietárias das redes sociais.

Será que andavam, há anos, a usar e-mails à vontade e achavam que isso era ”à borla”, só pelos seus lindos olhos?

E quem seria o “benemérito” que, sem pagarem um tostão, os deixava trocar conversas no Facebook, mandar bitaites no Twitter, contar histórias nos blogues e colocar inspirados pôr-do-sol no Instagram?

Não há almoços grátis! Aprendam!

1 comentário:

Luís Lavoura disse...

Está bem que não há almoços grátis, mas as pessoas têm o direito de ser informadas sobre qual o preço dos seus almoços! E o facto é que essas empresas não informavam adequadamente os consumidores sobre aquilo que faziam (e fazem) com os seus dados.