terça-feira, 20 de março de 2018

O peso do tempo

Hoje, numa consulta de rotina, o médico especialista que visitei informou-me de que, de acordo com os seus ficheiros (que coincidem com a minha memória), eu havia recorrido aos seus serviços, pela primeira vez, em 1978. 40 anos! É obra! Até ver, médico e paciente encontram-se bem...

Na conversa, fez-me contudo notar que a minha condição física se tinha alterado significativamente desde então. Como sou hipocondríaco, quis tirar a limpo o que ele pretendia dizer com isso: “É simples! Tem mais dez quilos do que então tinha...”

5 comentários:

Luís Lavoura disse...

Só mais dez? Não é muito. Há quem aumente de peso bem mais que isso.

Luís Lavoura disse...

Se a sua condição física só se alterou em peso a mais, está muitíssimo bem.
A minha condição física tem-se deteriorado acentuadamente, e não somente no peso. Eu diria que a idade é bem pior que o peso.

Anónimo disse...

Mesmo para hipocondríacos, essa não é uma doença que deixe cuidados especiais.Alguma contenção à mesa e já está...

Joaquim de Freitas disse...

Senhor Embaixador : Existe uma fórmula mais « ligeira « e poética, em vez de falar de peso : “ São dos anos o irreparável ultraje …”

João Luis Fortunato disse...
Este comentário foi removido pelo autor.