sábado, 10 de março de 2018

Ambições


Assunção Cristas, a quem a catastrófica (falta de) estratégia de Passos Coelho nas eleições autárquicas deu um conjuntural ”vento” na Câmara de Lisboa, diz que quer ser primeira-ministra e que o seu verdadeiro adversário é hoje António Costa. Está no seu pleno direito.

Em política, não existe ridículo. Para quem não saiba, o CDS continua, nos dias de hoje, nas sondagens para umas futuras eleições legislativas, abaixo do Bloco de Esquerda e do PCP, a anos-luz do PSD e, claro, sem conseguir sequer ver à distância o PS.

Se não vive em Lisboa, onde essas coisas são mais difíceis (mas não impossíveis) de medir, convido o leitor a olhar em volta e a inquirir, na sua terra, por onde anda e o que representa o CDS. É que esse partido, em termos práticos, significa muito pouco, a nível nacional. Basta atentar no facto de, nas últimas eleições autárquicas, o CDS, em 308 câmaras municipais existentes, ter obtido apenas 6 presidências, tendo, a nível nacional perdido votos e mandatos, face aos resultados de 2013 - um dado habilmente escondido.

O CDS não deixa, por essa razão, de ser historicamente um partido importante da nossa democracia. Há 44 anos, deu valiosa guardida institucional à direita tresmalhada, enquadrou democraticamente os retornados, foi sendo composto por quadros bem preparados, tem hoje alguns nomes de muita qualidade, foi cooptado (pelo PSD) para o governo, mas é ... o que é! 

Assunção Cristas quer ser primeira-ministra? Também o Sport Club de Vila Real ainda um dia há-de vencer as Champions!

7 comentários:

A Nossa Travessa disse...

Meu caro Franciscamigo

Libellus vere aureus, nec minus salutaris quam festivus, de optimo rei publicae statu deque nova insula Utopia escreveu Thomas Morus corria o século XVI. Só.

Um abração deste teu amigo e admirador

Henrique, o Leãozão

... e viva o Freddy Moreno!

Anónimo disse...

De médico/político e de louco todos temos um pouco...

Diógenes disse...


A vontade de Assunção Cristas pretender ser 1ª ministra, é legitima, mas muito mais que do que isso, é ridícula. A Senhora deslumbrou-se com os resultados obtidos em Lisboa, mas este não podem ser extrapolados para o resto do país, onde o CDS, pouco ou nada representa.
O desejo da Assunção Cristas, recorda-me a fábula de Esopo "O sapo que queria ser boi". De tanto inchar vai rebentar.

Anónimo disse...

A frase do dia:

"As esquerdas enCostadas"

Anónimo disse...

Ó EMbaixador, quanto ao sport clube, aquilo há muitos anos é gerido por idiotas. Só para ter uma ideia são do género, sorteio de copos de vinho e ossos de cabrito. Enfim, tem muitos anos que deixei de ir ver o "bila".

Anónimo disse...

“Socialists don't like ordinary people choosing, for they might not choose socialism.”

Margaret Thatcher

Anónimo disse...

Leitora esporádica do seu sítio, nunca tinha comentado. Mas nao resisto a agradecer a saborosa gargalhada que soltei ao ler o último parágrafo.
Para além do sentido de humor, saúdo em si a subtileza e finura de análise, em geral.
Cumprimentos,
Luísa Barbosa