sexta-feira, 22 de abril de 2011

... e Steinbroken lá respondeu!

Em belo soneto a preceito, o Conde de Steinbroken respondeu ao desafio de João da Ega (que o "Diário de Notícias" hoje gentilmente reproduz)

Entretanto, e em atenção aos mais ignaros, o Notas Verbais foi obrigado a fazer pedagogia queirosiana.

Para quem quiser saber um pouco mais sobre esse vulto da diplomacia nórdica, aconselho uma visita aqui.

E deixo este daguerreótipo, bem raro, em que o jovem Steinbroken aparece, em férias em Jyväskylä, ao lado da sua irmã Toroteija, que uma tísica haveria de vitimar, poucos anos depois, ainda no alvor da sua juventude.

9 comentários:

Anónimo disse...

Os garotos são bem parecidos, afeiçoados e puxam ao Pai...
Ficaram bem no retrato.

Sempre gostei de "pedagogias" alternativas...
Isabel seixas

Teófilo M. disse...

Nada como uma boa gargalhada para desanuviar os humores.

Unknown disse...

gostei de ler o soneto :D

Alcipe disse...

Não foi essa Toroteija que andou uns tempos com o nosso poeta-diplomata António Feijó, quando ele estava em Estocolmo? Eu cá não sou de intrigas...

a) Eusebiozinho

Anónimo disse...

Tenho uma velha em casa que faz rimas e diz palavrões. Mostrei-lhe a carta do João da Ega e, nos comentários, a resposta àquele desaBAFO. Ficou tão entusiasmada que me disse: 'P…., acho que até cometo um soneto pra mandar ao embaixador'.

duas ou três
coisas que escreve
são leve neve
pró finlandês

que breve teve
frio talvez
levou c'os pés
o demo o leve

por mim só vim
plo novo BAFO
do videirinho:

'hic é o fim
hic não me safo
hic vivó vinho'.

Maria disse...

Senhor Embaixador,

Boa Pascoa para Si, Sua Mulher e TODA a Familia.

Interessante relacao esta entre Ega e Steinbroken e linda a fotografia do jovem finlandes com sua irma levada pela tisica, doenca que eu pensava estar ja irradicada la para o Norte da Europa.

Uma duvida (nao sou boa em geografia): A imagem do post anterior e de Celorico da Beira, Celorico e Basto ou Finlandia? Realmente a neve pode ser de qualquer dos 3 mas quanto aos pinheiros tem algo de nordico...

Embora com uma certa idade estou sempre avida de melhorar o meu conhecimento e cultura.

Por Londres como "hot cross buns" e ontem, a laia de ovo de Pascoa fui ouvir/ver ao cinema local em transmissao da MET (New York)o "Capriccio" de Strauss. Renee Fleming no seu melhor!

Boa Pascoa com boa musica e muitos macaroons (vou ja direita a pasteleria francesa ver se ainda ha...

Maria Crabtree

Francisco Seixas da Costa disse...

Caro Anónimo das 13.39: com tanta poesia na tecla, quase que lhe sai o apelido pelo écran...

Francisco Seixas da Costa disse...

Olá Madame Crabtree. Só agora posso responder. Não, não é Celorico. É uma "desmaiado" de Tampere, lá p'rás bandas de onde o sol se não põe. Cuide-se dos açúcares, porque a quero ver rija no jantar do próximo ano.

Anónimo disse...

só agora vi e mostrei à velha o seu comentário às rimas dela. reagiu com palavrões, que se deu ao trabalho de rimalhar, numa fona, e que nem envio por não publicáveis. por fim acalmou dizendo(-se), conformada:

sou rimadora
rimalhadeira
que rima adora
de brincadeira

a poesía
amo e respeito
nunca a faria
não me dá jeito

as rimas lavras
do modo que
fazes palavras
cruzadas se

pra outras odes
tu já não podes.