domingo, 3 de abril de 2011

Porto

Vitória suada, mas merecida, na Luz, onde o Porto mais gosta de ganhar. Uma magnífica época.

( Em tempo: diálogo de alguém, hoje, com um portista: 
- Foi muito triste ver o Benfica desligar a eletricidade no estádio...
- Não foi o Benfica! Fomos nós que apagámos a Luz... )

Revejo-me no canto superior esquerdo da imagem.

21 comentários:

António P. disse...

Caro Embaixador,
talvez me possa ajudar, como disitinto sportinguista que é :
- qual a razão porque a maioria dos sportinguistas ficam tão contentes quando o FCP é campeão ?
Algumas pistas, não interprete de maneira nenhuma como um quizz test :
- porque o Sporting já desistiu de ganhar ?
- porque o ódio ao BENFICA é o que move a maioria dos sportinguistas ?
- porque prevêm para breve a extinção do Sporting e mudar-se-ão todos para o FCP ?
- porque gostam de grandes leaders tipo Sr. Jorge Nuno Pinto da Costa que está no poder há quase tanto tempo como o Khadafi e outros que tais ?
Melhores cumprimentos

P.S : como benefiquista, fico contente quando o meu clube ganha e quando os outros perdem mas não celebro ( e ao FCP nem os parabéns dou ) as vitórias de terceiros

Anónimo disse...

Subscrevo na integra.O post, bem entendido.

Mas não me importo nada que o Benfica festeje com dignidade o 2º...

Oh como ganhar fosse ganhar...
Isabel seixas

Francisco Seixas da Costa disse...

Caro António P.: a diferença entre nós, para além de sairmos por vias diferentes da 2ª circular, parece estar em dois pormenores: na sua expressão "ao FCP nem os parabéns dou" e neste meu post de há um ano: http://duas-ou-tres.blogspot.com/2010/03/aguias.html.

No ano passado, mandei imensos SMS's a lampiões amigos, felicitando-os pela vitória. Este ano, já fiz o mesmo aos meus amigos andrades. E, pode crer, não me angustio rigorosamente nada com os desaires do Sporting.

Para sua curiosidade, transcrevo a parte útil de um mail que, há cerca de um ano, enviei a um lampião amigo:

"Confesso que tenho uma insuperável dificuldade em entender como um homem inteligente e racional como você é se deixa tomar por sentimentos (que, desculpe lá, são sempre inferiores e primários) de fanatismo clubista. Palavra de honra que não entendo como um mera agremiação desportiva (chame-se Porto, Benfica, Barcelona ou qualquer outra, Sporting incluído, claro) pode toldar minimamente a racionalidade (você não é dos No Name Boys!), exacerbar animosidades e - o que é bem mais grave! - atenuar a minimamente a capacidade de apreciar o humor (cujo teste maior é sempre o humor contra as nossas convicções ou tendências). Pela minha parte, passo o tempo a reenviar piadas que me chegam por e-mail contra o Sporting ("lagartagem", se isso o sossega), opção clubística (tal como você é benfiquista, eu sou sportinguista; se o meu pai "fosse" do Benfica ou do Porto, eu "seria" lampião ou andrade, não tenho a menor dúvida). Derrotas do Sporting, ou vitórias do Benfica ou do Porto, nunca me fizeram perder um minuto de sono. O meu sportinguismo só o exercito por contraponto com o fanatismo alheio.
Que nos "balcanizemos" pela política, onde estão em causa valores e destinos, é uma coisa. Que levemos a sério um emblemazeco qualquer, com uma águia ou com um leão ou outra infantilidade do género, como se isso tivesse a mais pequena importância para a vida (salvo para os que não têm outra vida e se realizam a ler o Record, a Bola ou o Jogo, ou se excitam por penaltis ou off-sides não marcados), para além de fazer a delícia de alguns palhaços que através deles trepam (..), isso, decididamente, não entendo. Mas deve ser defeito meu...

PS - ... a menos que, tal como noutro contexto, você ache que há uma "superioridade moral" do benfiquismo? A assim ser, estamos conversados..."

António P. disse...

Obrigado, caro Embaixador, pela resposta e apenas três notas :
- não acredito em superioridades morais de qualquer espécie quanto mais do benfiquismo;
- não dou para´béns ao FCP porque penso que a sua direcção e nomeadamente o seu presidente têm contribuido para a degradação do espectáculo, não serão os únicos mas são os principais;
- nunca disse que não era fanático pelo BENFICA

...mas durmo lindamenet quer vitorioso quer derrotado.

Melhores cumprimentos e espero que possamos continuar a conversar

margarida disse...

O 'clubismo' é engraçado até que se torna triste, feio, deselegante, doentio e grave.
Que, infelizmente, é o que se tem visto, por muitas "cores".
Gosto de azul porque nasci aqui e fui simpatizando com a ideia (talvez porque tem o nome da cidade que amo), mas quando fazem tropelias que envergonham os portuenses - e são muitas! - não há 'portismo' que resista.
Cada coisa no seu lugar. Nem se pode ir assistir a um jogo, que parece que vamos para uma guerra! Mas que desporto é esse?
Os dirigentes envergonham os associados e vice-versa, insultando-se, ameaçando-se, instigando directa ou indirectamente aos maus modos e à retaliação.
Uma autêntica vergonha, de norte a sul (e ilhas, não sigo a coisa, mas deve ser mal geral).
Assim, não.
Tenho amigos e colegas de todos os clubes e brinca-se com os jogos, as vitórias e as derrotas mas, sempre que começa a 'descanbar' acabou a conversa!
É que nem pensar! Para aborrecimentos já bem chega a vida do dia a dia!
Lamentável transformar-se algo que devia ser exemplar numa mancha que afasta até quem gosta do jogo, quanto mais quem já não simpatiza muito com aquilo...
E quanto aos Sportinguistas terem simpatias pelos Portistas (a sério?), não deixa de ser engraçado porque eu, se não fosse azul era... verde.
;)
Paz na terra aos homens de boa vontade...
Boa semana para todos!

sara disse...

Viva o Spolting! O clube que tlaz boa disposição e liso aos poltugueses .

Parabéns ao Porto embora como lisboeta gostava que fosse o Benfica a ganhar ... detesto o Porto.

Sportinguista.

Anónimo disse...

Um "Apagão molhado"(?).

Só mesmo na Luz...

Anónimo disse...

respeito, respeito...mas é sempre bom mandar umas bocas aos demais quando se ganha!...
é pena é as outras vezes em que temos de fazer orelhas moucas!...
o senhor embaixador, quando estiver com aquele senhor que como contou outro dia, quando recebia era assim pr´ó poupado nas comidas..., agora já sabe.... sirva-lhe um frango à roberto!... :))

bem haja!

Julia Macias-Valet disse...

A foto do post é de inspiraçao "Onde esta Wally ?" : ))

Como benfiquista nao fico contente que tenha ganho o Porto ou que tivesse ganho outro qualquer clube...(excepçao esta claro so para o Moura Atlético Clube...que por sinal ja jogou contra o FCPorto no Estadio Maria Vitoria...mas com a equipa B : (
...fico é triste que nao tenha ganho o Benfica ; )

Estou completamente de acordo com a q'rida Margarida.

Muito deselegante o apagar das luzes...pior ainda de por o sistema de rega a funcionar...mas tudo isto existe, tudo isto é triste, tudo isto é futebol : (

PS-Psssit ! Caro escriba, tire o ponto final da morada http, sff, no final do seu comentario da 1h03 senao nao se encontra a pagina.

Anónimo disse...

Permita-me meu caro Embaixador, mas aqui estou em total desacordo consigo num aspecto: adepto a sério não está com momices ou gentilezas para com os outros clubes adversários. Adepto a sério é, sempre, contra os outros, ou pelo menos conta o seu clube “nêmesis” (pobre da filha de Nix), no caso vertente, Porto-Benfica, ou Benfica-Porto.
Daí, compreender o argumento de António P. Já não concordo, parcialmente, com as críticas que tece a seguir, mas isso é outra questão.
Por mim, que até estou longe de perceber alguma coisa de futebol, mas que sou simpatizante do FCP, de cada vez que o Benfica joga, mesmo que seja contra o “Carcavelinhos”, ou o “Francelinos-de-cima, da 4ª Divisão”coloco-me logo do lado destes e espero, ansiosamente, que “a Águia” seja derrotada, se possível por 10 a zero. Mesmo que jogue contra um qualquer clube estrangeiro, nos confins do Mundo, estou sempre do lado desse clube, independentemente de nem conseguir pronunciar o nome do dito, e contra o Benfica. Para mim, de cada vez que o Benfica perde, fico enormemente satisfeito. E não tenho dúvidas que o verdadeiro adepto benfiquista sente exactamente o mesmo que eu, agora no sentido oposto, de cada vez que o Porto perde. Por mim, compreendo-o. Agora, uma coisa é ser ardentemente contra o Benfica (ou o Porto), outra é destilar ódio. Isso já não. É sentimento inferior, que não defendo e não pratico, que não cabe ou não deveria caber no futebol.
Esse seu humor, quanto a onde se revê, foi magnífico!
Abraço!
P.Rufino

Anónimo disse...

O apagar da luz e o início da rega automática foi uma coisa patética.
Eles nem anteviram o gozo que isso ia dar (até na Bola...).
Pobre gente...

Unknown disse...

Sportinguista confesso (cada vez menos convicto pelo andar da carruagem...), desesperado e masoquista, palavra de honra que gostava que o Benfica tivesse vencido. Possivelmente poderei ser considerado antiportista primário - e se calhar sou.

O sr. JN Pinto da Costa, quando eu estava no gabinete do ministro das Finanças como seu assessor para a Comunicação Social, o malogrado Sousa Franco, pediu a MINHA cabeça numa bandeja, tal como a do S. João Baptista. Numa outra oportunidade, posso dizer o porquê desta incrível e sinistra ordem...

E fê-lo nos jornais, na rádio e na televisão. E chamou-me mentiroso. E outras coisas mais. E eu não pude responder ao que ele bolsara malévola e falsamente, porque o mentiroso era ele; mas as funções que desempenhava condicionaram-me naturalmente.

Não obstante, ninguém saiu à estacada para me defender, desde o ministro até ao primeiro-ministro António Guterres. Os jornalistas (que me conheciam e que me pediam a colaboração que me era possível) crucificaram-me. E todos sabiam das falsidades atiradas pelo sr. PC.

Salvaguardo: a então secretária de Estado do Orçamento, Manuela Arcanjo, mulher de armas, convicções e categoria, pôs-se incondicionalmente ao meu lado; o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Carlos dos Santos,honesto, vertical e sabedor, fê-lo posteriormente.

E o ministro Jorge Coelho também assim procedeu. Alguns amigos, poucos, ficaram também ao meu lado. O ninguém que utilizei acima façam o favor de ler quase ninguém; obrigado.

Fiquei de tal modo aborrecido, enervado, f...perdão, chateado, que esta cegada viria a resultar numa depressão bipolar de cinco anos e seis psiquiatras. Da qual, felizmente, me libertei.

Por estas e por outras é que passei a detestar o FêCêPê, de que já gostava. Mas, sobretudo por mor do seu presidente eterno e interno.

Com isto tudo, tenho, porém, de dizer que os alegados dragões mereceram o campeonato. Foram a melhor equipa. Mas, dado o estado lastimoso do meu Sporting que não ganha nada e vamos ver se consegue o... terceiro lugar, preferia de longe que o vencedor fosse o Benfica.

Donde, caro António P., pode ver que nem todos os leões ficam contentes quando os tripeiros ganham; eu não fico.

Abç

Helena Sacadura Cabral disse...

Está de ver que os portugueses não podem falar de política, futebol e religião...
Cá em casa, para variar, são todos diferentes em todas as áreas. Ontém a galhofa foi com o Miguel que é ateu e benfiquista. Antes, foi comigo e com o Paulo, que somos sofridos sportinguistas e duvidamos do presidente eleito. Mas já nos tinhamos metido com um membro que é dum clube francês em maus lençóis. Nada a fazer. São os alcatruzes da nora: umas vezes em cima, outras só em baixo.

Anónimo disse...

Realmente, Helena, a Política está a ficar cada vez mais parecida com o futebol, ou se calhar sempre foi. Se bem que, pelo menos no que me toca, sou capaz de concessões em Política, sem problemas...já quanto ao futebol, sobretudo no que ao Benfica respeita, NUNCA! Há portanto uma diferençazita, entre futebol e política. No futebol a coisa é "mortal", na política, pode haver consenso.
P.Rufino

Portas e Travessas.sa disse...

Sr. Embaixador

Por norma, assim que o jogo termina no estádio do SLB, 10m depois, os holofotes que iluminam o relvado apagam-se, ficando as luzes no interior acesas que, ilumina a saída para o exterior.

Tem sido sempre assim.

Mas,se tem amigos Benfiquistas, que vão ao estádio, é perguntar-lhes.

Por outro, acha qe fosse o Benfica a "festejar selváticamente" nas Antas, ficava tudo na mesma? - por muito menos agrediram o nosso Presidente Jorge de Brito junto à cabine -sabe como ele saíu das Antas? pergunte aos seus amigos Benfiquistas - todo Benfiquista conhece bem o historial dessa gente.

Começa a ser tradição (UEFA e na FIFA) aquanda da entrada as equipas no relvado serem acompanhadas crianças - o tal clube de grandes princípios se recusou - para não ser maior a desfaçatez - os jogadores da equipa dos Vermelhos levou 2 novos adeptos por jogador pela mão.

Acha que, o Clube do Porto serve de exemplo?

Quando recebia o Porto no pavilhão nº 1, do Estádio do SLB, tinha sempre o cuidado de os receber em nome da Direção e por-me a disposição - o sr. Embaixador acha que a delegação do SLB ás Antas era igual? igual como sempre foi - eramos maltratados fisicamente, jogadores e dirigentes.

sr. Embaixador - há pessoas que nasceram carroceiras e outras são
de bom trato

Os Videos estão na Net, são 10% da mixordia para aquelas bandas.

Quanto ao jogo de ontem, mereceram a vitória, escusavam era de serem uns autenticos macacos, mostraram que não sabem ganhar, imagino se perdessem.

Temos outra linhagem, linhagem de Cosme Damião.

António P. disse...

Caro Antunes Ferreira,
eu sabia que havia sportinguistas assim, seja bem vindo.
Infelizmente o que o Sr. Jorge Nuno Pinto da Costa fez consigo já fez com muitos outros e quase todos se calam. O dito Sr. é agora um quase comendador da nação.
Os dirigentes do Benfica e alguns sócios procederam mal ontem ? Sim. Devem ser punidos ? Sim.
Que todos se indignem acho bem ...já acho mal é que não se indignem diariamente com as tropelias ( estou a ser suave ) que o Sr. Jorge Nuno Pinto da Costa faz vai para 30 anos, insultando quem quer com a conivência de quase todos. Ainda ontem chamou de imbecis alguns jornalistas.
Cumprimentos

P.S. : e já agora nos Estádio do Dragão alguma vez se viu um dispositivo possivel como ontem na Luz ? E no Dragão os arruaceiros da claque do FCP são espenacados e detidos ?

Anónimo disse...

Devo ser dos(as) poucos(as) portugueses(as) que não tem clube... é o que chama a verdadeira diplomacia de uma filha única com pai sportinguista e mãe benfiquista :)

Nunca liguei ao futebol. No entanto, quando uma equipa portuguesa joga com uma estrangeira o meu lema é "o que nacional é bom".

A cena do Estádio da Luz foi patética e própria de países terceiro-mundistas. O mau perder sobrepôs-se à segurança dos espectadores (incluindo os próprios adeptos do clube!).

De facto, o fusível responsável pelo apagão devia ser o mesmo do sistema de rega. Muito primário e lamentável!

Isabel BP

Helena Sacadura Cabral disse...

Meu caro P Rufino ando morta com o Sporting...
Aguento melhor a política!

Anónimo disse...

A vitória não é vitória é soberba
O culminar desejo superioridade
Guerra que paz podre no auge emana Batalhas e poderes da sagacidade

Homens destilam prazeres mórbidos
Resíduos emotivos pobres sórdidos
Como se fosse luta justa da glória
Procura de luz na escuridão notória

Babam-se da verborreia das lanças
Palavras ostensivas,sós de penúria
Continuam nas brincadeiras crianças

Acabam num rescaldo, cinza espúria
Esgotados de apegos já de saudade
E a luta era a prisão da liberdade

Isabel Seixas

Anónimo disse...

Caro Embaixador,

Aquela do sportinguista, ao canto, no meio da multidão de andrades... Como diria o Diácono Remédios: Não havia nexexidade!!!

Anónimo disse...

eu também...
gfaria