quarta-feira, março 08, 2023

8 de março

Nos dias 8 de março, costumo recordar que, durante alguns meses, quando passei pelo governo, todo o meu gabinete - chefe de gabinete, adjuntas, assessoras, secretárias e pessoal administrativo - foi constituído apenas por mulheres. Exceto os motoristas. E foi há mais de 20 anos.

6 comentários:

Luís Lavoura disse...

Não é difícil ter um gabinete "constituído apenas por mulheres" "durante alguns meses".
Mas é difícil manter esse gabinete unido, coeso e funcional, sem demissões, durante muitos meses. Passado pouco tempo, as mulheres começam todas a intrigar umas contra as outras...

João Cabral disse...

Mas o objectivo não é a paridade, senhor embaixador?

maitemachado59 disse...



Luis Lavoura,, que misogino!

maitemachado59

Paulo Guerra disse...

Mulheres nos Governos.

Os motoristas e o Ministro. E comentários sexistas à parte, antes de Thatcher também costumava pensar que mais mulheres nos Governos era uma certidão de paz para o Mundo. Mas como também podemos confirmar hoje na Europa a começar pela Finlandia passando pela Estonia e pela Moldávia e acabando na inanarrável Baerbock, pura ilusão! Só espero que ninguém me venha contradizer anunciando que afinal também são trans! Não faltava mais nada. Já chegam os cursinhos em Davos. E a Madeleine “500k crianças valeram a pena” no Iraque ou a Vicky “F… UE” que também nunca tem nada a ver com a guerra na Ucrania. Foi só lá distribuir uns bolos com a Baronesa Ashton.

E se o evangelista maluco do Mike Pompeo ainda é de certeza um dos politicos mais perigosos à face da terra hoje, o que gostava de se gabar que na CIA “Mentimos, enganámos, roubámos. Era como se tivéssemos autênticos cursos de treino”, Hilary só negava que fazia o mesmo mas destruiu igualmente um dos países mais ricos de Africa como a Libia e ameaçou varrer o Irão da face da terra com armas nucleares! Esqueceu-se foi do autor durante décadas da grande transformação de uma jovem Democracia na década de 50 como o Irão de Mossadegh até à actual Republica Islamica. E em relação à política hoje nem estou nada convencido que é o poder que corrompe como se costuma ouvir mas talvez as escadas até ao poder no 1º mundo dada a forma e sobretudo o compromisso com que já se chega hoje aos maiores centros de decisão na terra nas mãos dos mercados financeiros e de meia dúzia de grandes fortunas. Ou não chega.

Mas que nenhum destes monstros femininos da política externa norte-americana dos ultimos 30 anos ofusque todas as mulheres anonimas fantásticas por esse mundo fora e votos de um excelente dia ou noite, neste caso, para todas as Senhoras que não gostam de guerras neste Dia Internacional da Mulher! Que a Russia de Lenin em 1917, para quem já não se lembra, ofereceu ao Mundo! Mas como até a origem do dia - como tudo relacionado com a Russia hoje – também já foi completamente desvirtuada pela mesma propaganda russofobica que nos diz todos os dias que 80% dos ucranianos queriam aderir à NATO antes do golpe, hoje prefiro ficar por aqui. Para ver o que inventam até ao 1º de Maio! Até já descobriram outro terrorista para os gasodutos.

P.S. A saloia ambiciosa da Thatcher em declinio de popularidade conseguiu começar uma guerra a que até os suspeitos de costume – warmongers - em Washington levantavam o sobrolho.

O Grande Irmão está de volta." Felizmente, Joe Biden existe - no conflito com a Rússia e a China, podemos novamente contar com os EUA. " https://mgreader.com/der-stern-02-marz-2023.html

João Cabral disse...

São as próprias mulheres muitas vezes a dizer que preferem trabalhar com homens. Perguntem-lhes porquê.

Luís Lavoura disse...

maitemachado59

Tem toda a razão. Peço desculpa.

Que Praga!

Ainda bem que o jogo acabou. Estava farto de ouvir chamar Chéquia à República Checa.