segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

Voto eletrónico

Num mundo em que a necessidade da deslocação física tenderá a ser progressivamente atenuada pelo recurso aos meios digitais, não seria sensato começar a discutir - com serenidade, sem preconceitos e sem teorias conspiratórias à mistura - a questão do voto eletrónico?

6 comentários:

Luís Lavoura disse...

Já há muito tempo que muita gente discute o voto eletrónico.
Porém, muita gente (eu, por exemplo) não quer voto eletrónico, porque sabe que este é um país de caciques, de chefes de família, e de velhinhos com Alzheimer encerrados em lares mas que ainda têm direito a voto.

Pedro Sousa Ribeiro disse...

De acordo com o voto eletrónico. O país deve acompanhar as novas tecnologias e por isso uma discussão aberta sobre este tema será sempre de louvar.

Unknown disse...

Qualquer hacker altera o voto electrónico. Eu deixarei de votar quando houver voto electrónico. Neste momento ganharia sempre o candidato apoiado pela Rússia ou que estiver à frente neste negócio

Flor disse...

Complicado.

Portugalredecouvertes disse...


Deveríamos poder votar dentro dos carros, como os americanos a levar vacinas :)
https://www.publico.pt/2020/04/20/fotogaleria/food-bank-estados-unidos-401097

Olindo Iglesias disse...

O voto, ou a confianca na contagem dos votos, e' a pedra angular de qualquer sistema democratico e, em Portugal, e' das poucas coisas que ainda funciona bem na nossa muito corrompida democracia. Por favor, nao estrague o que funciona.

Como engenheiro informatico posso dar-lhe muitas razoes pelas quais me oponho ao voto electronico. Mudar aquilo que funciona e criar uma incerteza deste tamanho, e introduzir um enorme risco em algo tao critico, e' estupido e seria a estocada de morte da nossa ja moribunda democracia.

Por favor, ha assuntos mais urgentes!