domingo, 3 de janeiro de 2021

“Observare” o ano de 2021


Sem entrar no domínio das previsões, fizémos, no primeiro ”Observare” de 2021, uma análise ponderada às grandes questões internacionais, antecedida de uma radiografia da nova administração americana. Pode ver aqui.

3 comentários:

CNF disse...

Se bem te lembras andava por Bruxelas na altura(COPS). Dizia-se que a"severidade" da posição portuguesa fora solicitada pelo próprio Presidente Kleistel, que não via com bons olhos o Governo de Schussel, ou a capacidade que este poderia ter para normalisar, a prazo,
o FPÖ de Heider. Convirá acrescentar que a ideia da criação de um comité de "sábios" com o mandato de avaliar os eventuais desvios do Governo austríaco em relação aos princípios da UE foi do ministro Gama, que habilmente criou uma porta de saída que salvou a face a todos os intervenientes.

Luís Lavoura disse...

Vi o programa. Achei que tinha platitudes a mais.

Lenah disse...

Luis Lavoura, diria antes: dialogos inteligentes( sem gritos e agressividade ) em que se que respeita os outros interlocutores mesmo quando se discorda.