domingo, 17 de janeiro de 2021

Então e a reflexão?


Há anos que ando a dizer que o “dia de reflexão”, as 24 horas sem campanha antes do dia do voto, é uma coisa ridícula, um atestado de menorização da capacidade dos eleitores decidirem por si próprios.

A possibilidade do voto antecipado revela ainda melhor o contrasenso da medida.

4 comentários:

Dalma disse...

Bem observado!

netus disse...

Boa tarde.
Na minha opinião tem toda a razão. Saúde.
António Cabral

Jaime Santos disse...

Discordo, Sr. Embaixador, o dia de reflexão tem um objectivo nobre, a saber, obrigar os políticos a algum descanso.

E permitir-nos algum silêncio, ao fim de vários meses em que não se fala de outra coisa que não da campanha eleitoral (em situação normal).

Flor disse...

Pois é!? Para o voto antecipado não houve reflexão e no dia 23? Estas eleições não deviam ter existido nesta pandemia. Os resultados não vão mostrar a vontade dos eleitores porque vai haver uma enorme abstenção, uns porque morreram, outros porque estão internados, outros que têm bom senso e estão confinados. É a minha opinião.