segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

Rosalina Machado


Era uma mulher-sorriso, uma presença muito agradável, a simpatia em pessoa. Conheci-a, há muitos anos, através de amigos comuns. Era uma figura solidária, uma empresária corajosa. Na última década, encontrámo-nos na tertúlia “Grupo Amizade”, sob o simpático acolhimento do João Flores, que há meses desapareceu. A Rosalina, no dia seguinte ao seu marido Francisco, sai hoje de cena. Muito triste.

1 comentário:

Obelix disse...

No dia do seu aniversário. Grande Mulher, grande Amiga. R.I.P