domingo, 2 de maio de 2021

Turismo de família


Tenho uns familiares que estão a pensar comprar uma propriedade, algures no Alentejo, para aí instalar um “turismo rural”. O entusiasmo da família com o empreendimento está a ser tal que todos já prometem ir lá passar uns dias. 

Temo que venha a passar-se o que, nos anos 20, do século passado, aconteceu com umas tias, irmãs da minha avó materna, que, aproveitando o que tinham recebido de uma herança, instalaram, nas Pedras Salgadas, o “Hotel Colonial”, num tempo em que ir “para as águas” estava na moda. 

Ao que consta, toda a imensa a família se aprontou logo a lá ir passar férias - na época “alta”, claro. Não faço ideia que preços “especiais” foram praticados. Só sei que o empreendimento acabaria por se revelar um desastre, como negócio...

1 comentário:

Luís Lavoura disse...

Tenho um conhecido que tem uma propriedade mesmo às portas da Vidigueira, que comercializa como Alojamento Local (somente durante o período de verão, quando não é necessário aquecimento). Tem sucesso. Não sei se ganha muito dinheiro, mas pelo menos, diz ele, compensa as despesas. Mas dá trabalho: é ele mesmo quem pessoalmente se desloca à Vidigueira, de cada vez que arrenda a propriedade, para limpar a casa e fazer as camas.