sexta-feira, 21 de maio de 2021

Brasil

Lula solidifica-se cada vez mais como o principal opositor a Bolsonaro, em 2022. Alguns setores do MDB dão já sinais de aproximação, o PSDB surge com sinais contraditórios e Ciro Gomes revela o evidente desespero de quem tem um futuro apenas cheio de passado. Contudo, o “centrão” pode vir ainda a ajudar Bolsonaro, que, até ao fim, permanecerá sempre como o principal “inimigo” de si próprio. Vai ter graça seguir o Brasil

Sem comentários: