domingo, 23 de fevereiro de 2020

O país

Na consequência de corridas com automóveis, feitas de madrugada, bem acima dos 200 km/h, morreram anteontem quatro jovens na 2ª circular. 

Ontem, em ”homenagem” às vítimas, amigos juntaram-se com carros no local do acidente, impedindo o trânsito, obrigando à intervenção da polícia.

Está tudo doido?

6 comentários:

Anónimo disse...

Não, os valores é que estão absolutamente em “transição “
João Vieira

Anónimo disse...

Claro que sim. Onde a identificação dos «artistas» e esquadra? A EMEL na caça à multa, com 4 e 5 , reboque e não sei mais o quê eternidades.. Quando se estampar a 300 à hora (e os carros pertencem a quem?) mais um, lá virão as fotos nas tvs e jornais, mas se sabem onde se realizam esses shows, porque não uma intervenção séria?

Anónimo disse...

Tem toda a razão Sr. embaixador! estranho é que não vejo, da parte dos responsáveis deste país e da imprensa, qualquer indignação perante o sucedido. Como é que é possível, será que acham normal...?

alvaro silva disse...

Chamar macaco ao Marega indignou todo o país, embora sem aleijar ninguém. morrem 3 ou 4 num acidente mais que evitável e não dizem nada!

Anónimo disse...

Uma completa irresponsabilidade! E malta que já tinha idade para ter juizo! entre 23 e 36 anos! Uma cambada! E quem vai pagar os estragos?

Luís Lavoura disse...

Não tem nada de excecional.
Há uma dezena de anos, 5 adolescentes sem carta de condução roubaram a chave do carro da tia de um deles e foram das uma volta pela madrugada. Despistaram-se às duas da manhã, matando-se a eles próprios e mais a um honesto pai de família que regressava do trabalho. Aquilo que passou para o espaço mediático foi a tragédia dos 5 irresponsáveis - do pai de família, vítima inocente, ninguém falou. Fizeram-se funerais públicos e grandes manifestações de pesar pelas mortes dos 5 criminosos. A vítima deles foi a enterrar sem que ninguém a homengeasse.