quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

A morte, sem dramas

Gostei de ler, há pouco: a morte é um dia como os outros. Só que acaba mais cedo

2 comentários:

Luís Lavoura disse...

O problema nem é tanto o dia da morte. É sobretudo os dias anteriores a esse. Podem ser muitos dias com muito sofrimento.

aamgvieira disse...

Primeiro deve experimentar-se.
Saboreada a experiência, e se for boa, avance-se.