sábado, 29 de fevereiro de 2020

Lado a lado


Aqui vai mais uma contra o “ar do tempo”: neste tempo de incensamento do cronista Vasco Pulido Valente, talvez fizesse bem a muita gente ler (e comparar com) o que escreveu Nuno Brederode Santos.

6 comentários:

Dalma disse...

Tem razão Sr. Embaixador, todos os que o VPV desancava, o vilipendiavam... agora não se cansam de o “bajular”!! Enfim, é o acostumado elogio fúnebre!

Anónimo disse...

Quem é Nuno Brederode Santos? É a pergunta que muitos, mais novos, farão. Mas de certeza melhor que VPV que só destilava ódio e rancor

Anónimo disse...

Quem é Nuno Brederode Santos? É a pergunta que muitos, mais novos, farão. Mas de certeza melhor que VPV que só destilava ódio e rancor

Anónimo disse...

Acontece, porém, que, enquanto foi possível a ambos, por razões de saúde, não dispensavam o jantarinho semanal no Gambrinus…

lidiasantos almeida sousa disse...

EU adorava NUNO BRODERODE DOS SANTOS. que ainda por cima era um homem de fina ironia e constante boa disposição, ao contrario do bêbado VPV.~. SALVÉ NUNO. Obrigada senhor Embaixador por nos recordar este homem BOM.

Anónimo disse...

Apreciava a cultura e lucidez de V.P.Valente. Nuno Brederode escrevia como jornalista, sem sacrifícios.