terça-feira, fevereiro 07, 2023

Lula (1)

Um dos sinais mais evidentes do rápido fim do estado de graça de Lula, no Brasil, é a inflexão de alguma imprensa e de alguns “opinion-makers” que, nos últimos meses, pareciam estar a dar o benefício da dúvida ao re-novo presidente.

2 comentários:

manuel campos disse...


Era de prever, nunca devemos voltar aos sítios onde fomos felizes.
Especialmente quando o mundo (o de cada um e o de todos nós) mudou tanto e as commodities já não são o que foram nem sequer se imagina o que irão ser.

Tivesse havido, quando as coisas corriam de feição, uma política de valorização do país através da criação de industrias que permitissem obter um valor acrescentado outro galo cantaria.
Mas, como quase sempre, não é a construção do futuro mas sim o "agora e já" que rendem boas vontades e simpatias.

Paulo Guerra disse...

A mesma imprensa que já quase destruiu o Brasil uma vez mas a quem nunca são pedidas responsabilidades! A começar pela Globo!

Carlos Antunes

Há uns anos, escrevi por aqui mais ou menos isto: "Guardo (...) um almoço magnífico com o Carlos Antunes, organizado pelo António Dias,...