segunda-feira, janeiro 09, 2023

O populismo por cá

Os acontecimentos de Brasília têm de ser lembrados, alto e bom som, a quem, por cá, equiparou levianamente Lula a Bolsonaro, a quem, também por cá, se mostra tolerante perante o radicalismo incendiário, populista e alarmista de direita, dos discursos aos cartazes de rua.

4 comentários:

João Cabral disse...

Senhor embaixador, o radicalismo é de ambos os lados, é fundamental entender isto para opinar a seguir.

Renato disse...

Pois parece que sim pelo menos nas palavras. No entanto lembro a alguns esquecidos que no século passado, o XX tivemos o incêndio do Reichstag e a famosa Marcha sobre Roma dos fascistas italianos. Ora os Trumpistas e os Bolsonaristas só estão a repetir trágico-comicamente o que já outros "extremistas" fizeram na história...

Unknown disse...

Apesar de não ser da esquerda esquerdista, o Bolsonaro é repugnante. E o AV ainda gosta dele?

Anónimo disse...

O trote exemplo brasileiro resulta de governos/ governantes pouco sérios, inconsequentes, incompetentes e corruptos…!!!

Às três da tarde

Sou do tempo do futebol às três da tarde sempre e só aos domingos. À noite, só os jogos internacionais dos clubes, porque até os das seleçõe...