sexta-feira, janeiro 20, 2023

Isso agora não interessa nada…

O ruído público criado em torno da TAP vai desgastando o governo e, quem sabe?, pode mesmo vir a contribuir para a sua queda. Mas há uma certeza: a TAP também vai por arrasto para o charco… Já estou a ouvir alguns irresponsáveis: “É um preço barato para acabar com esta maioria”. 

4 comentários:

Luís Lavoura disse...

Não acho que seja um preço barato (nem caro) para acabar com este Governo, mas acho que, se a TAP fôr ao charco, isso provavelmente será bem bom.
Os únicos prejudicados por a TAP ir ao charco serão os detentores de obrigações dela (eu detive, mas já me livrei delas, portanto não perderei nada) e os bancos credores dela, mas não tenho pena nem de uns nem dos outros.

manuel campos disse...


Não vejo a ligação entre o ruído à volta da TAP e uma eventual queda do governo, se assim fosse seria admitir à cabeça que o governo está mesmo muito pior do que aparenta e alguns governantes estão mesmo muito mais entalados do que aparentam.
Que contribua é diferente, mas que contribua é o quê, tal como está quase parece que o número de situações infelizes não é o suficiente para esta ser só mais uma, decerto complexa mas de "peso" incerto no conjunto.
A TAP não vai ao charco, vai deixar de ser uma companhia de bandeira.
Isso não é necessariamente mau, é o que mais se vai vendo a chegar por aí.
E não sou eu que o digo, que não ando a negociar nada.

João Cabral disse...

Senhor embaixador, foi este Governo que criou esta embrulhada. Deita-se na cama que fez.

Anónimo disse...

Senhor embaixador concordará, certamente, que foi a própria TAP que há já muito tempo se atirou para o “charco”!!

Carlos Antunes

Há uns anos, escrevi por aqui mais ou menos isto: "Guardo (...) um almoço magnífico com o Carlos Antunes, organizado pelo António Dias,...