terça-feira, junho 25, 2024

Queima

O ALDE, a ala mais à direita dentro do grupo liberal europeu, procurou explorar o mau resultado do partido de Macron e tentou contestar a atual presidência francesa do "Renew". O neófito líder dos liberais portugueses foi utilizado, como se diz em futebol, para "ir à queima". Viu-se já o resultado. Começa "bem" a IL no seu grupo europeu.

8 comentários:

Luís Lavoura disse...

Da wikipedia:

Renew Europe (Renew) is a political group of the European Parliament founded for the ninth European Parliament term. The group is the successor to the ALDE group which existed during the sixth, seventh and eighth terms from 2004 to 2019

Não vejo qualquer fundamento para se dizer então que a ALDE é uma ala do Renew. A ALDE já não existe, ela foi apenas a antecessora do Renew.

Luís Lavoura disse...

Segundo a wikipedia, após as eleições europeias de 2019 a ALDE (Aliança dos Liberais e Democratas Europeus) resolveu integrar o partido francês de Macron, o qual tinha feito eleger muitos eurodeputados. Mas esse partido não se sentia confortável com a designação "Liberal" no nome da ALDE, dado - presumo eu - que a palavra "liberal" não é muito bem vista em França. O partido de Macron dava antes ênfase à noção de renovação, e portanto doravante a ALDE passou a chamar-se "Renew Europe".
Portanto, a ALDE já não existe nem é "ala mais à direita" coisa nenhuma do Renew Europe.

Francisco Seixas da Costa disse...

Luís Lavoura acredita na Wikipedia.

Francisco Seixas da Costa disse...

Para Luís Lavoura. "ALDE Party, Renaissance and the European Democratic Party (EDP) officially joined forces to launch the Renew Europe Now platform" (https://www.aldeparty.eu/liberal_partners_launch_renew_europe_now_election_campaign). Quem conhece o que se passa em Bruxelas sabe (1) que o ALDE representava a fação mais conservadora dentro do Renew, (2) que a IL, formação de direita radical, tinha-se acolhido no ALDE e que (3) o antigo ALDE tentou desalojar a presidente do Renew, vinda do Renaissance.

Francisco de Sousa Rodrigues disse...

Já percebi que para o lado dos "deslumbrados" a coisa anda animada. Assenta-lhes bem.

João Cabral disse...

Então mas agora a qualidade de ser português já não vale?

carlos cardoso disse...

A ALDE nunca foi um partido (nunca existiu nenhum ALDE party) mas uma aliança de partidos liberais e democratas bastante diferentes uns dos outros, alguns mais à direita, outros mais à esquerda. Por causa dessa diversidade não representava nem nunca representou “a fação mais conservadora dentro do Renew”.
A IL não é nem de direita nem radical!

Francisco Seixas da Costa disse...

Carlos Cardoso. Claro que nunca existiu nenhum Alde Party. Nem sequer este: https://www.aldeparty.eu/ . E a IL não é de direita nem radical, tal como os gambozinos existem...

Vice

Vive-se um tempo de discussão de nomes para vice-presidente dos EUA. Nesse cargo, de contornos funcionais indefinidos, houve gente muito com...