quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Pedras Salgadas

Acaba de me chegar uma nota positiva: parece ter-se estabelecido nas Pedras Salgadas, entre todos os interessados no processo de recuperação daquela estância termal, um entendimento no sentido de fazer uma frente comum contra a UNICER - entidade que, lamentavelmente, não tem cumprido aquilo a que se comprometeu perante a localidade e a sua população.

Evitadas as divisões partidárias e as clivagens entre personalidades, este parece ser o início de um tempo novo naquela que é uma luta muito justa, a que, por razões afetivas próprias, tenho vindo a dar saliência neste blogue - porque, como um dia aqui escrevi, os diplomatas também têm direito à indignação.

Sobre o passado desta questão, pode ler-se : aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui.

11 comentários:

Anónimo disse...

Exm.º Sr. Embaixador Dr. Seixas da Costa. Hoje sou um Homem feliz. Chegou ao meu conhecimento que finalmente Povo e Políticos encontraram o mesmo berço e nele se deitaram. Encontraram o berço da razão, da coerência, não por livre vontade, mas porque a isso foram obrigados. Mas o importante são os resultados, as causas e as razões passam à história. Agora juntos para não mais se separarem há que levar ao fim o trabalho que alguns mais crentes sem nunca esmorecerem mesmo perante muitas agruras, fizeram com que este Povo fique unido por uma causa de décadas de propositado abandono configurado. Mais tarde aqui espero poder reunir nomes dos que nunca esmoreceram, não se deixaram intimidar, não tombaram, não podem, não devem nunca ficar no anonimato. A Vila Termal não devia conter apenas placas de quem inaugura ruas, pracetas e outras, mas a existir alguma mais seria a da união do Povo pelo Povo. Porque os Políticos também são Povo e desta vez já deram as mãos. Sou um Homem imensamente feliz só pelo que atrás escrevo, mas a luta ainda é longa, mas bem mais fácil, agora somos muitos, melhor dito, SOMOS TODOS. Contudo não posso terminar sem deixar um nome nesta página, Dr. Rogério Martins Barroso, o Homem que com coragem não permitiu que desta Assembleia se saísse mais uma vez sem nada nas mãos. São Homens destes que nos inspiram na luta pelo dever cívico, pela lealdade, pela coerência, pela luta de melhores dias para todos os que teimam em viver em harmonia no reino do seu berço de origem. Não esqueçamos que a natureza bafejou este berço com águas de saúde, onde antepassados construíram património valiosíssimo, que nos legaram, razões só por si suficientes, pelas quais não podemos permitir a continuação da sua delapidação, mas não podemos esquecer os vindouros, somos nós hoje que temos que assegurar o seu futuro, deixando património válido e produtivo de riqueza. Um abraço a Pedras Salgadas, um abraço ao Concelho, começamos hoje a crescer, vamos ajudar o berço onde nascemos e a muitos viu crescer. Que saudades dos velhos tempos, mas como crente, ainda vou voltar a ver, hoje já não duvido. Sou um Homem muito, muito, FELIZ.

Anónimo disse...

Finalmente...
Parabéns a todos Os Lutadores.

"A terra não é só uma herança dos Nossos Pais é também um empréstimo dos Nossos Filhos"
Isabel Seixas

Anónimo disse...

Exmo sr. Anónimo
O Sr. eventualmente pode ser também um porta voz com quem neste momento me identifico na felicidade.

Também os momentos cruciais da minha vida estão em fotos eternas como jóias de família no parque das Pedras.

Pedras para mim é a extensão privilegiada de Bornes, o parque o lugar onde matava a sede e fome de viajar daquela busca incessante de novas paragens sabendo que poderia retratar dali qualquer cenário paradisíaco para Mim acessível, escolhi a paisagem para reter o dia do meu Casamento e quando me revejo a mim e ao meu Marido em 1985 no entorno da então piscina sinto o desfasamento do hoje Tanque, e a deceção dos Meus filhos face ao cenário que pintei e que Eles não conseguem ver.

Daí que bem Hajam e se de cá do meu cómodo assento puder fazer algo...
Ao dispor
Isabel Seixas

rui de sousa disse...

Exmoº Senhor Embaixador:
Venho muito respeitosamente solicitar a V.exª e dado que já é do seu conhecimento da união que existe em torno da defesa da nossa estância termal,que faça o favor de pedir aos comentadores deste seu espaço que ao fazerem-no se identifiquem e sem nomes ficticios, pelo menos no que a este assunto disser respeito; com o objectivo de manter-mos a elevação que este assunto exige.
Certo da sua compreensão,com estima e consideração,
Rui de Sousa

Anónimo disse...

Sr .Embaixador

No passado mês de Agosto passei dez maravilhosos dias no Vidago Palace .Agora renovado ainda na fase de pequenos acabamentos .
Aconselho é um espaço lindissimo e muito bem organizado pelo seu Director de nacionalidade Alemã uma pessoa muito simpatica e sempre preocupado com o bem estar dos clientes .


Oa meus cumprimentos

Carlota Joaquina Teixeira

José Martins disse...

"porque, como um dia aqui escrevi, os diplomatas também têm direito à indignação."
.
Palavras muito bonitas!
Divulgadas pelo senhor embaixador Seixas da Costa, desempoeiradamente, que pertence a uma classe onde, me parece, vive numa redoma de vidro impermeável.
.
Bem me lembro há uns 17 anos uma recomendação, a meu respeito, a um meu novo chefe: "...tem a pecha de escrever para os jornais e é preciso que lhe veja aquilo que escreve antes de ser publicado".
.
Não era, eu sei, pelos erros ortográficos, porque a minha prosa era revisada na redacção do pasquim da minha cidade Gouveia, antes de ser publicada...
.
Mas para ver se eu punha o "pata" na poça...
Do River Kwai saudações.
José Martins

Luís Leyva disse...

1500 Assinaturas de indignação

Para uma freguesia como Bornes de Aguiar com 2500 eleitores e 1453 votantes (registo das últimas eleições) é obra 1500 assinaturas de revolta e indignação pela morte anunciada das Termas de Pedras Salgadas. Tal facto fez com que na última Assembleia de Freguesia de 1 de Setembro com lotação esgotada aparentemente se desmoronassem os últimos focos de resistência dos que ingenuamente ainda vestiam a camisola da Concessionária. Não parece agora ser razoável nem socialmente aceitável que a Concessionária continue despreocupada a assistir impávida e serena à destruição das Termas que leva o nome nas suas garrafas de Água Mineral mundialmente conhecidas. Parece pois ter chegada a hora de a Concessionária acordar do sono letárgico em que embarcou sob pena de matar a sua galinha dos ovos de ouro. É de acreditar que a visita no último sábado (30 de Agosto) de todos os Accionistas e CEO da Concessionária ao Parque Termal de Pedras Salgadas tenha motivado um rebate de consciência por tudo o que observaram. O sentimento de culpa é tão grande que a visita não foi anunciada tendo sido conduzida no máximo secretismo. Espera-se assim no que foi o mais belo Parque Termal de Portugal que a esperança de um novo Hotel seja uma realidade e que o Projecto Aquanattur seja cumprido. Nos próximos dias teremos notícias certamente! Viva Pedras Salgadas.
Luís Leyva

Renato Saraiva disse...

Assim se escreve em bom Português!!

Finalmente vemos a união do povo Aguiarense.Tenho lido atentamente tudo o que se tem escrito sobre o tema,constatando finalmente a mudança de atitude da população. Um bem haja a todos que manifestaram o seu desagrado.

Nota : A grande vicissitude desta "penhora termal" nasce da separação das "àguas políticas" ! Um povo unido,depois politizado.

Renato Saraiva disse...

Dia 23 de Setembro de 2010 pelas 10horas, concentração pelo Parque Termal de Pedras Salgadas na Avenida Lopes de Oliveira.

Unidos, somos mais fortes.Viva Pedras Salgadas.

Anónimo disse...

Parque,Hoje

Hoje como ontem renovação do olhar Manto de folhas jaz num desarrumar
Árvores desnudas tiritam seu frio Inverno sentido da solidão do vazio

Envolta na aura,aconchego ancestral
Liberdade presa o passeio dominical
Assumo sem dó cómoda fetal posição A gente de novo tem da terra paixão

Um guarda de guarda precaução será
Céu cenho franzido por o Deus dará
Ouve-se o murmúrio de dor abandono

Musas de véu, só etéreo expectantes
Aguardam promessas, feitas no antes
Onde os sorrisos esmorecem em choro

Isabel Seixas

Anónimo disse...

É o Seu hi phone que me desconfigura os sonetos , lá se vai a métrica e a rima...

Já sei... não tem tempo,compreendo

Abraço
Isabel