quinta-feira, 20 de maio de 2010

Pedras Salgadas em ponto!

A Unicer é empresa nacional de grande dimensão, cuja atividade na área dos refrigerantes é bem conhecida. Por essa via, encontra-se ligada aos parques termais de Vidago e das Pedras Salgadas.

Perante alguma polémica suscitada, no ano passado, pelo atraso na implementação das promessas da revitalização desses parques termais, a que se comprometeu contratualmente com o Estado português, que para tal lhe concedeu facilidades de natureza económica, a Unicer entendeu por bem vir a terreiro, numa entrevista de um seu responsável ao "Expresso", em Outubro de 2009, esclarecer algumas dúvidas, em matéria do calendário de execução das obras. E esse responsável disse, nessa entrevista, entre outras coisas, a seguinte e inequívoca frase:

"A abertura oficial está agendada para Maio de 2010, altura em que será anunciado o projecto definitivo para o hotel de Pedras Salgadas, cujas obras irão arrancar em 2011."

É com o conforto da convicção de que uma empresa com a dimensão da Unicer não arriscaria a sua credibilidade se acaso não mantivesse os compromissos que publicamente assumiu que, ao que julgo saber, muitas pessoas nas Pedras Salgadas aguardam com ansiedade conhecer - nos próximos 11 dias, claro! - o "projeto definitivo para o hotel das Pedras Salgadas" que a empresa vai anunciar.

19 comentários:

Margarida disse...

Sobretudo nos tempos que correm, as convicções e a credibilidade 'são-o-que-são-e-valem-o-que-valem'.
Começa no incontornável exemplo de quem nos (des)governa, e vai por aí fora, não parando - longe disso! - nas fronteiras lusas.
É, concedamos, uma condição humana.
Se os dirigentes (e as crianças) se defendem com a culpa dos outros (sempre dos outros, pobrezitos - deles, dos 'outros' e de nós-), como não o hão-de fazer as empresas?
Já ficaríamos felizes se não despedissem ninguém nos próximos anos.
Mas haja esperança (sempre!); pode ser que esta seja uma abençoada excepção e as obras avancem e aquele maravilhoso espaço venha a retomar os gloriosos tempos que já viveu.
Quanto às águas, essas da imagem, são pura e simplesmente as melhores que jamais bebi. São deliciosamente viciantes. Superlativas.
Cá está um produto que deveria concorrer com as 'famosas' Perrier, que, quanto a mim, não valem a fama que têm.

Julia Macias-Valet disse...

Se a Unicer vai ou nao cumprir a sua palavra...a ver vamos...Mas uma coisa é certa ha quem tenha uma memoria de "relogio suiço" ; )

E ainda bem, porque é quando nos calamos que as ditaduras se instalam.

Anónimo disse...

Subscrevo...
Aguardo também a possibilidade de poder rever "O Parque" acessível...
Isabel Seixas

Anónimo disse...

Algo é algo, mas muito pobre ainda, quem poderá frequentar este belo Balneário SPA, sem um alojamento disponível em Pedras Salgadas? Piscina em Julho? Melhor seria escrever tanque! Mas uma vez desta pequena dimensão, pergunto, porque não é aquecida e durar todo o ano? O prometido parque temático da água para quando e como? Casa de Chá, Bazares, Vilas recuperadas, Garages como museu de carros antigos, Minigolfe, etc.? E já agora o tão badalado Hotel Álvaro Siza vai ser esse o anunciado? Ou outra versão bem mais pobre com outro nome? Será que a riqueza das águas das Pedras Salgadas apenas serve para gerar riqueza a ser investida em Vidago? No exterior as ruínas do Hotel Universal bem poderiam ser demolidas e dar lugar ao aumento do Parque Termal, pelo menos seria um espaço limpo à espera de um futuro mais risonho. Hipódromo das Romanas porque não é rentabilizado? Entreguem-no a Nuestros Hermanos da Galiza, estes saberão dar-lhe utilidade e demonstrar como se rentabiliza este espaço. Porque dormem os Políticos de Vila Pouca de Aguiar? Sobre estes, porquê no exterior do Parque nada se faz? O Rio Avelames continua em abandono, porquê? Que projectos para a Vila Termal se desenvolver são esperados? Ou vamos continuar a promover só a Capital do Granito? Antes do granito foram as águas que deram alma a este Concelho, não esqueçam! O acesso a Pedras Salgadas vai continuar como está? Agora provavelmente será fácil falar de crise!

Alfredo Costa disse...

Pelo interesse que este romance suscita, há sempre alguém que nos avisa: temos nova intervenção do nosso Embaixador, o Dr. Seixas da Costa, cá vem de novo em auxílio da sua terra. É bom ter gente assim, pelo menos não é só a voz do simples cidadão que normalmente é desprezado, neste caso gritante de tanto abandono, vêm agora com uma promessa de que já temos o Balneário SPA aberto e em Julho o tanque chamada piscina também via abrir, depois seremos informados do futuro Hotel. O RIDÍCULO vem de novo à evidência na prepotência da UNICER. Meus caros leitores apenas uma medida deve ser tomada, exigir o cumprimento do Projecto PIN com o Hotel Álvaro Siza de imediato. Se tal não acontecer obriguem os Políticos, “TODOS” aqueles que sempre acreditaram e nos vêm enganando a mudar de atitude, que saiam à rua em apoio de uma população que não pode continuar a fugir do seu concelho para não passar fome, quando tanta riqueza nele existe. Até os dois Jornais Locais dois verdadeiros Pasquins de conivência não defendem aqueles a quem vendem os dito cujos. Não se vê uma intervenção séria, apenas artigos de telenovelas locais. Chega de Privados a Explorar o nosso subsolo. Rua com eles.

Rui disse...

Apenas se deve escrever com simpliciade neste Blogue e para que as Pedras que já não são Salgadas, porque já só se vende Águas das Pedras, ridículo procedimento de Marketing, desvalorizando propositadamente o nome da Terra e do Termalismo,lhes façamos sentir que chega de mordomias. Ou temos Hotel Álvaro Siza já ou que pretendem que lhes aconteça?

Leitor Atento disse...

Apenas depois de tudo ler, venho aqui para subscrever as palavras simples mas de muita sabedoria de JULIA MACIAS-VALET e reforçar a sua fraze: E ainda bem, porque é quando nos calamos que as ditaduras se instalam.

Não posso escrever o meu nome. disse...

Pena é Sr. Embaixador que não seja possível publicar fotos no seu Blogue, estas valeriam por muitas palavras. Mas já é possível visitar o Parque Termal, espero que as vozes dos descontentes se possam ouvir e levar a que a UNICER não coloque tapumes como no tempo de Sousa Cintra para durarem anos e muitos anos até apodrecerem elas e nós. Não quero acreditar!

Anónimo disse...

É quando nos calamos que as ditaduras se instalam...

Realmente Júlia...

Por Bornes Pedras e todas as gentes dessas e restantes áreas circundantes...

obrigada Muito Obrigada, por não se esquecer...
De Nos Lembrar.

Não Nos Calaremos...
Aliás o Meu Querido Pai não me perdoaria...
Isabel Seixas

Anónimo disse...

A mãe fez-nos um biquini para mim e para a Nélia, de uma camisa que tinha vindo do Brasil do tio mais abastado Bi para o pai usar, mas mesmo cortando os punhos e tirando o colarinho já não tinha requisitos de ainda disfarça o parece Bem...

Tinha aberto a piscina das Pedras...

Mas pagava-se...

A mãe mandava-me dizer que só tinha cinco anos e assim só a Nélia pagava bilhete... Era tão bom, até aprendi a nadar...

Mas A.....Foi-me acusar e dizer que apesar do aspeto aparente já tinha sete anos...Acusa cristos, embora perceba que ela também não podia Ir... Pelo mesmo motivo a idade precisava de bilhete...
Mas assim... não fomos as duas!!!
Razoabilidade da justiça?...

Isto em 1968...

E agora?!!!

Como podem os miúdos aprender a nadar?!
In Isabel Seixas"Quem me limpou os Moncos?Quem me ensinou?...
A assoar"

Mais uma vez obrigada Júlia
Eu e o Sr. Embaixador Não fazemos mais que a obrigação...

Anónimo disse...

Neste fim de semana visitei o Parque de Pedras Salgadas e o de Vidago, há já algum tempo que sonhava fazê-lo. São para mim Parques inesquecíveis, mas enquanto vi em Vidago uma movimentação enorme de meios para finalizarem todas as obras prometidas e iniciadas, o mesmo não vi em Pedras Salgadas, com áreas bem mais pequenas e fáceis de lhe dar dignidade, vi na parte alta uma verdadeira lixeira em total abandono, a parte de baixo apenas o arruamento principal mostra que foi feita obra, mas sinceramente é só isto que querem fazer? Os Bancos, as floreiras, limpeza das folhas caídas, ridícula piscina,afinal que vamos ter este Verão? Não aumento comentários porque já outros muito bem neste Blogue escreveram os seus desabafos. A UNICER e Políticos responsáveis deveriam ter vergonha. Assim caminhamos neste País, estes são os exemplos?

Defensor das Pedras Salgadas disse...

Sr. Dr. Pires Lima
Os compromissos assumidos pela empresa(Unicer), que representa com o estado português e com Pedras Salgadas deverão ser realizados na integra. Os prazos estão a terminar e as obras por realizar.
A sua atitude demonstra desonestidade, irresponsabilidade, oportunismo e falta de carácter.
A paciência está no limite.
As consequências de uma acção popular serão devastadoras para os interesses económicos da Unicer.
Tenha em linha de conta a situação delicada em que se encontra a B.P. nos Estados Unidos. O derrame pode estar perto da linha de engarrafamento das águas das Pedras.
Cumpra as suas obrigações.
Estamos no limiar.
Será que temos de perder a cabeça?
A resposta está nas suas mãos!!!




Senhor Embaixador, estamos vivos e cheios de força para as próximas batalhas.
Obrigado pela sua preciosa determinação.

Margarida disse...

"(...) Tenha em linha de conta a situação delicada em que se encontra a B.P. nos Estados Unidos. O derrame pode estar perto da linha de engarrafamento das águas das Pedras.(...)"

...
Isto, cavalheiro, nem a brincar!
Podemos ter toda a razão do mundo, mas pensar sequer em semelhante é hediondo.
Eu amo estas águas e elas são um dos símbolos mais formidáveis do nosso País.
Criticar, sim; reclamar, concerteza; manifestarmo-nos, vamos lá!; agora ameaçar com a mera possibilidade de um crime semelhante é medonho.
Juro que me arrepiei...
Mas vê bem o que se passa no Golfo do México e que foi resultado de um tremendo e fatal acidente?!
Uma acção malévola destas, premeditada, cai na alçada do ajuste de contas mais vil, à laia dos mafiosos mais empedernidos.
Isso, cá, não.
Os Portugueses e os Transmontanos são gente de bem.
Sobretudo da Paz.
Quero crer que foi o desespero que o levou a redigir tal e posso até entender os sentimentos que o possuíram, mas..., por favor, pondere até pensar em tal, quanto mais escrevê-lo...
Ai as minhas ricas aguazinhas!
snif...
:(

Margarida disse...

em adenda..., bem sei que a 'fama' transmontana de resolver questiúnculas à sacholada é enorme (e há relatos na minha própria família, que fazer?), mas isso remonta aos primórdios do século passado e a alguma gente ainda muito ignorante e facilmente irascível...
Os tempos são outros.
... não são?...
:)
Obviamente que sim.

Anónimo disse...

O INCRÍVEL DO PROJECTO AQUA NATUR
A 6 dias do fecho do mês de Maio adivinha-se fatalmente o desastre do Projecto de Recuperação das Termas de Pedras Salgadas. A Unicer que já nem tem cara para aparecer em público, em Outubro de 2009 recorre a uma conhecida Agencia de Comunicação PLM para anunciar a reabertura das Termas de Pedras Salgadas em Maio de 2010 e com a nota de nessa data ser explicado o misterioso projecto do Hotel Siza Vieira. A dita Agência PLM publica estas boas novas em vários jornais entre os quais o jornal local e eventualmente por nunca ter visitado Pedras Salgadas no seu site oficial omite o texto sobre estas Termas e apenas se refere e ao projecto em curso em Vidago. Só por este facto é de admitir que nem ela própria (PLM) acredita no que lhe mandam dizer! Para os residentes de Pedras Salgadas, comerciantes em geral e sobretudo os amantes deste belíssimo Parque e os aquistas que de geração em geração foram herdando o conhecimento das virtudes destas famosas Águas lhes valerá a Epístola de S. Paulo ao Colossenses 3, 12-17 : Irmãos como eleitos de Deus, santos e predilectos, revesti-vos de sentimento de misericórdia, bondade, mansidão e paciência……. Na verdade se deve dizer que a expectativa que ocorre nesta frágil região e que é motivo das mais desvairadas interrogações é porque ninguém vem dar a cara sobre o que se passa nesta área de Domínio Público e concessionada à Unicer. As várias Tutelas estão mudas e quedas, quer as que Administram e fiscalizam os Bens do Estado como as que financiam dinheiros comunitários e outras benesses. Estará a colossal Multinacional Carsberg-Heineken maioritárias no Capital da Sociedade das SCC + Águas do Luso e Unicer a travar todos os investimentos não inerentes ao negócio dos “engradados” versus investimentos em países emergentes de segura economia ? Em Junho de 2009 a população local juntou-se e exprimiu aos poderes Autárquicos presentes a suas preocupações numa manifestação de repulsa nunca vista. Passou mais um ano de benefício da dúvida pelo que ninguém se admire ou ignore que a partir de agora algo poderá vir a acontecer. É que chega ser arrepiantemente lastimoso o espectáculo que é ver aos sábados e domingos dezenas de autocarros de turistas em que a única recordação que levam das Pedras Salgadas é o mictório da antiga Estação da CP.

Anónimo disse...

Lendo e relendo todos os comentários relativos a esta triste telenovela sobre o Projecto Aquanattur no que se refere a Pedras Salgadas, de duas uma ou os Homens das Pedreiras apoiados por tudo e todos colocam um calhau à saída dos camiões das águas tendo na frente os Senhores Pesidentes de Câmara e Juntas de Freguesia de todo o Concelho, porque este projecto é de interesse concelhio, ou na verdade Pires de Lima vai continuar a divertir-se a coberto dos que com ele têm pactuado. Vamos aguardar pelos dias que há muito já terminaram????? apenas para confirmar algumas dúvidas se é que ainda existem!!!!!

Anónimo disse...

Há algumas semanas que buscava um tempinho livre para poder visitar o recém-aberto Parque de Pedras Salgadas. Hoje tive oportunidade de o fazer. De lá onde guardo inúmeras memórias de quando em criança, jovem e adolescente percorria de bicicleta ou a pé aquele belíssimo local... tantas vezes me diverti nos baloiços, na piscina; perdi a conta às vezes em que bebi água da Fonte das Pedras, de onde saía com os olhos em lágrimas, mal podendo enxergar o chão que pisava...Enfim, um lugar frondoso e fresco onde as famílias desfrutavam saudavelmente as tardes de domingo... que saudade! Foi com a expectativa de reviver essas sensações que hoje me dirigi lá... Infelizmente, não experimentei nenhuma dessas delas (ainda bem que as tenho bem guardadas comigo). Praticamente todos os espaços envolventes estão, lamentavelmente, ao abandono. Não há jardins tratados, não existem os baloiços, a fonte de pedra está vazia... eis o que veio alimentar a conclusão a que cheguei hoje: os portões abriram-se já com um único propósito: o de cumprir calendário! Que é como quem diz: “Pedras Salgadas em ponto!”

Bairrista desiludido disse...

Agora o que é que a Uncer vai prometer e para quando? O que é feito das prometidas obras e do grandioso Aquanatur que iria impulsionar o desenvolvimento de Pedras Salgadas e da região? A quem pedir contas por tanta aldrabice? E as benesses e os apoios finannceiros concedidos? É altura do povo se movimentar e impedir a saída das águas. Exigir ao governo a retirada á Unicer da concessão das águas minerais.

Anónimo disse...

A união faz a força, já o diz o velho ditado ,por isso quem ama as Pedras, em seu nome, em nome dos seus antepassados e em nome dos seus sucessores jamais pode calar-se com o que estes senhores estão a fazer á nossa terra ,ganham milhões e gastam tostões

julia borges