segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Acordo Ortográfico

O (para muitos "irritante") Acordo Ortográfico da língua portuguesa tem vindo a ser utilizado pela Embaixada de Portugal em Paris, desde o início deste ano. Prática que obteve - "cela va sans dire!" - aprovação prévia das autoridades centrais portuguesas.

Ao longo destes meses, a representação diplomática em França esteve isolada, no mapa diplomático português, na antecipação da obrigatoriedade (que aí virá, daí a pouco) de utilização das escassas mudanças que o Acordo introduz na escrita do português. Hoje, porém, reparei que já não estamos "orgulhosamente sós". Estas coisas levam tempo, mas lá vão andando...

5 comentários:

Julia Macias-Valet disse...

E quem foram os Poulidor(es) ?

Blondewithaphd disse...

Eu devo andar em contramão, só pode. Ainda não atinei com a Neue Rechtsshreibung (o equivalente alemão) e já me vêm com um acordo à portuguesa. Acho, sinceramente, uma obtusidade (se é que isto se diz) estas imposições linguísticas.

Helena Sacadura Cabral disse...

Ai Senhor Embaixador como aprecio a sua persistência...

margarida disse...

...quase parece de propósito para causar brotoeja a uma pessoa que eu cá sei...
(grrrr)
Não uso e não uso e pronto.
Em vez do 'sue me', mandem-me logo prender.

Anónimo disse...

Escassas mudanças...
Que aliás nos permitem ver os perigos do "apego", por outro lado os benefícios do saudosismo puro...
Além da reflexão entre o essencial e o supérfluo... da língua claro.
Isabel seixas