domingo, 21 de julho de 2019

Tira-teimas


É muito difícil encontrar duas pessoas que, falando da Bairrada, tenham o mesmo restaurante preferido para comer leitão. Faço esse teste há muitos anos e, hoje de manhã, lá tive a prova: “Leitão? Eu vou sempre ao Pedro!”. Voz ao lado: “Não! Onde se come melhor é na Meta!”. Se, hoje à noite, calhasse encontrar outros dois amigos que eu cá sei, a resposta seria, respetivamente: “Nunca deixo de ir ao Simões!” e “Essa agora! Quem sabe de leitão vai ao Vidal, em Almas da Areosa”. Outros falarão do Virgilio, do Rei, do Mugasa, do Rocha, sei lá!

Preocupa-me esta diversidade opinativa por parte dos meus amigos... Porquê? Porque, sendo eles meus amigos, tinham a obrigação de estar mais atentos àquilo que eu digo e, nessa conformidade, de terem tomado boa e definitiva nota de que o lugar onde, na Bairrada, se come - a meu ver, de longe! - o melhor leitão, acompanhado por umas batatas fritas que há quem diga que ficam muito acima das do Gambrinus, é em Avelãs do Caminho, um pouco a norte da Mealhada, na Casa Queirós.

Então, e o resto? O resto são simpáticas aproximações, casas esforçadas (a maioria também conheço, claro), mas onde as pessoas não são tratadas por “meninos” pela Paula, que há muito oficia às mesas.

Experimentem o Queirós, como eu hoje voltei a fazer, e depois digam-me!

7 comentários:

Anónimo disse...

Caro Francisco,

Irei ao Queiroz certamente mas fico sempre mais que satisfeito no Rei dos Leitões que, além dos ditos, tem uma assombrosa carta de vinhos.

Um abraço

JPGarcia

Anónimo disse...

Pedro ou Meta são os meus, de há 4 décadas, preferidos!

Luís Lavoura disse...

em Almas da Areosa

nas Almas da Areosa

Anónimo disse...

Ou então peça a alguém para, muito discretamente, lhe indicar as casas particulares onde ainda se assam leitões. É assim que tradicionalmente as gentes da gândaras e bairrada fazem pelas festas, quando se reunem as familias (cada vez menos por causa da ASAE, pois). Não esquecer a boa da cabidela. Por falar nisso, uma vez comi cochinilo assado em Espanha… Jesus, que diferença.

Manuel disse...

Acertado.
O Queiroz faz parte do meu "Top 10" há já alguns anos. Descobri-o por acaso depois de não ter conseguido ser servido no Vidal - eles sempre foram muito rigorosos com os horários. Estava desmoralizado de regresso a Aveiro e decidi tentar a sorte um pouco mais a norte, em terreno desconhecido. E lá dei com o Queiroz e com a simpatia de quem nos atendeu a tão tardias horas de almoço.

Mas há outro restaurante de referência que eu não podia deixar de referir e aconselhar vivamente, já no limiar da região da Bairrada: a Casa dos Leitões de Anjeja. Não há que enganar pois fica parto da saída de Aveiro Norte/Anjeja da A1.

Luís Lavoura disse...

Angeja com g

Cardeal disse...

Também me desvio, sempre que posso e a hora é conveniente, da A1 para a Bairrada e nunca me arrependi, ainda que por vezes com esperas desagradáveis, principalmente no verão. Esse Queiroz está no meu orizonte.
Pela leitura destes comentários será fácil tirar uma conclusão: bom leitão é na Bairrada, mas já há quem lá tenha aprendido, mas certo...certo, é na Bairrada.
Bom verão para todos.