domingo, 21 de julho de 2019

Saudades fílmicas


Há dias, falei por aqui do “truque” do soufflé, que um velho embaixador servia aos jantares, apenas com o objetivo de evitar os discursos.

Alguém, entretanto, comentou comigo: “Já deste conta da falta que nos fazem dois amigos que - quase de certeza! -, a propósito da tua historieta, teriam dito que ela se deveria ter chamado “À bout de soufflé”? “.

Essa pessoa tinha razão: grandes eram as hipóteses do Nuno (Brederode Santos) ou do António (Russo Dias), cinéfilos de primeiríssima água, terem feito o godardiano trocadilho. Mas eles já cá não andam...

2 comentários:

Anónimo disse...

Jean Seberg, uma bela e excelente actriz. Assim como o Belmondo, outro grande actor.

Paulo Guerra disse...

Também saudades do grande cinema europeu.