terça-feira, 23 de julho de 2019

Novo Mundo

Se, há uma década, alguém me dissesse que Trump chefiaria a América, que Bolsonaro entraria no Alvorada (mesmo como convidado) e Boris Johnson chegaria a Downing Street eu daria uma imensa gargalhada. 

Verdade seja que ninguém me disse...

6 comentários:

António disse...

Se, há uma década, me dissessem que o PS faria acordos de regime com a esquerda radical, eu não acreditaria. Verdade seja dita que também ninguém me disse.

Carlos de Jesus disse...

Triste realidade!

Joaquim de Freitas disse...

BOLSONARO

Brasil soa como corrupção, violência, miséria, concentração de renda e injustiça social, e cada dia que passa fica pior.
Levou 500 anos para chegar a este ponto.

Peguem na Ministra da Cultura: Ridícula, patética, sem cultura e sem sentido, como o seu presidente,: exactamente como foram os últimos 500 anos do Brasil.

E não é que este povo não gerou simpatia no mundo, com os Pelé, Ayrton Senna, Chico Buarque , Juscelino Kubitscheck de Oliveira, homem de visão, Paulo Freire, Santos Dumont, Machado de Assis. Mas esta é a elite.

Mesmo se o Brasil continua a ser visto pelo mundo como o país do futebol e do carnaval,
não é a imagem deste Brasil que plana hoje no Mundo. A imagem do Brasil é da criança com fome no Nordeste, de um homem desempregado em São Paulo e a de uma elite cada vez massacrando mais o povo, em busca de mais dinheiro para gastar com perfumes franceses, carros importados e coisas do tipo. Esta mesma que não suportou que Lula tivesse procurado instruir e formar para que o grande número pudesse ir de férias e voar “low-cost” ao lado do proprietário da empresa…

A imagem do Brasil é a do trabalhador que acorda de madrugada para ir para o trabalho, tem que utilizar um transporte público deficiente - para não dizer vergonhoso -, trabalha de 8 a 12 horas por dia, chega a casa exausto e tem que olhar para sua mulher e dizer que não tem nem sequer um pão para colocar na mesa.

Levará ainda mais umas centenas de anos para ser um povo soberano, educado, com saúde, trabalho, moradia e todos os seus outros direitos respeitados e garantidos.

Tendo fechado violentamente a porta da evolução democrática ao meter Lula na prisão, o Brasil levará ainda mais umas centenas de anos para ser um povo soberano, educado, com saúde, trabalho, moradia e todos os seus outros direitos respeitados e garantidos.

TRUMP

Quanto aos EUA, com Trump, voilà um país ainda à procura de um hipotético serviço nacional de saúde para todos os americanos, de uma via democrática de integração das suas minorias, Negra e Latina, duma justiça digna desse nome, e sobretudo capaz de respeitar os outros povos e viver em paz, sem embargos de qualquer sorte e soberanos.

BORIS

Quanto ao RU, o “Rule Britânia” não sendo mais de actualidade, só o servilismo pró USA poderá manter essas ilhas à tona da água no meio do Atlântico. O sósia de Trump tem todas as aptidões para servir tapete ao magnata.

Anónimo disse...

Interessantes 3 meses à vista.
De um lado um político irrequieto, culto, com abundância de espírito e que afirma -tal como Moises- querer salvar o seu povo. "Let my people go". Ainda falta atraversar o Mar Vermelho, diga-se.
Do outro tem estado um "sui generis" aprendiz de faraó. Bem tem tentado. Vai falhar?. Em vias de deixar o posto sairá de cena provavelmente tropeçando, cabisbaixo. A nova herdeira re-negociará, ou será tarde ?.

Anónimo disse...

O anónimo das 13,37 , além de ter muito sentido de humor , “ tocou no 20 “ ou seja , acertou em cheio ...

Anónimo disse...

Não contaram ao Sr. Freitas que o Lula é um corrupto? Inacreditável.
Inacrêeeeeeeeeeeee, só ele não sabe disso.
Ou andará distraído??? Vá-se-lá-saber ....