terça-feira, maio 07, 2024

Oposição democrática


Chegou-me ontem a casa, numa edição do autor, este "Vila Real - Oposição e Eleições no Estado Novo". São 230 páginas, que li de um fôlego.

Ribeiro Aires é um historiador vilarrealense, com vasta obra publicada. Tive já o gosto, há alguns anos, de fazer a apresentação de um seu trabalho sobre a figura de Carvalho Araújo, o heróico marinheiro que dá nome à principal artéria de Vila Real.

Neste seu novo livro, Ribeiro Aires traça o panorama possível sobre a ação desenvolvida pelos democratas vilarrealenses, desde a instauração da Ditadura Militar até ao golpe militar democrático de 25 de Abril de 1974. É um trabalho que imagino ter sido difícil, porque, salvo para determinados períodos, as fontes e os dados devem ser escassos. Daí o interesse e a importância desta publicação.

Tive natural curiosidade em ler o que ali está escrito sobre as "eleições" de 1969. Com pouco mais de 20 anos, colaborei então bastante nessa animada campanha, ao lado de figuras prestigiadas da oposição local, como Otílio de Figueiredo, Júlio Montalvão Machado, José Alberto Rodrigues ou Délio Machado. O livro levou-me a recordar, com gosto, essa "campanha alegre". Sem surpresas, fomos copiosamente derrotados nas urnas por uma União Nacional que dominava a máquina pública e tinha o aparelho repressivo do seu lado.

Felicito Ribeiro Aires por mais esta sua obra, publicada, muito oportunamente, nos 50 anos da Revolução de Abril.

Sem comentários:

Vice

Vive-se um tempo de discussão de nomes para vice-presidente dos EUA. Nesse cargo, de contornos funcionais indefinidos, houve gente muito com...