domingo, 20 de setembro de 2020

Apoiar os restaurantes portugueses


Nestes tempos de pandemia, os restaurantes portugueses têm feito um esforço extraordinário para sobreviver, adotando regras de segurança sanitária, procurando manter a qualidade da oferta e do seu serviço, assim assegurando postos de trabalho, importantes para o sustento de muitas famílias. Apoiar a restauração portuguesa, que, nos últimos anos, tinha crescido em prestígio e afirmação, é algo que entendo deve continuar ser feito, promovendo quem honra o setor.

No meu blogue “Ponto Come” tenho divulgado alguns restaurantes a que vou regressando, neste período pós-confinamento. Trata-se de casas muito variadas, em várias zonas do país. Passe também por lá.

5 comentários:

Corsil Mayombe disse...

E porque não apoiar também as famílias portuguesas carenciadas?
O governo podia matar dois coelhos de uma cajadada só...
Cheques-restaurante para quem está com a despensa vazia,sem recursos para alimentar a prole...!
Eis a solução para revitalizar a "crise" instalada nos restaurantes e na economia da sociedade de consumo imediato!
Mas isso... não importa, não importa...!!!!!

Anónimo disse...

Neste período pós-confinamento ou pré-confinamento...

Anónimo disse...

Apoio a 100%.

A sua primeira recomendação foi o Salsa e Coentros, que fez um excelente serviço de entrega, para além da qualidade da comida.

Creio que temos o dever de apoiar os restaurantes e adquirir produtos portugueses nesta hora menos fácil a solidariedade tem de funcionar.

Anónimo disse...

Penso que tem imensa razão Sr. Embaixador
a restauração é uma atividade de grande valor acrescentado em Portugal

também gostaria de referir o golfe
não vejo esse desporto/atividade turística valorizado em Portugal ultimamente
portanto trata-se de espaços imensos onde o distanciamento social
é facilitado em grande escala!
poderia ser mais aproveitado para iniciar jovens e menos jovens
a esse desporto

não vi que tivesse sido valorizado o campeonato do Masters recentemente em Vilamoura
quem se apercebeu disso?
quem explica como jogar golfe e quais as regras, por exemplo?
parece que se desbarata muita coisa!

Anónimo disse...

Bem haja pela iniciativa e motivação para que voltemos em força aos restaurantes, aos excelentes restaurantes que temos em todas as cidades, vilas e aldeias, sendo certo que para isso é necessário que todos tenhamos trabalho remunerado é capaz de permitir utilizar a restauração nacional. Receio os dias difíceis e tristes de inverno e as eternas promessas de ajuda que nunca chega se a preocupação for teimosamente a TAP, o Novo Banco, o novo aeroporto...que o bom senso impere, a justiça, a seriedade, o respeito e o rigor!