sábado, 1 de junho de 2019

Jorge Jesus


Há um ano, a saga por que passou o Sporting mostrou a todo o país a personalidade de Jorge Jesus, a sua verticalidade e empenhamento profissional.

A ida de Jorge Jesus para o Brasil, para dirigir o Flamengo, agora anunciada, é um ato de grande coragem. O futebol brasileiro é um mundo muito complexo, polémico e tenso, em que o trabalho de um treinador português não será nunca uma empresa fácil.

Só resta desejar as maiores felicidades a Jorge Jesus.

3 comentários:

Anónimo disse...

Não terá sucesso. Não tanto por ele, mas a Liga Brasileira é muito diferento do que por cá se passa, quer em Portugal, quer, até, na Europa. E mesmo nas Ar´bias, onde as coisas eram mais certinhas. Julgo que o facto de não ter podido ir para o FCP, acabou por o levar a tomar aquela decisão. Para o ano, está de regresso, sem glória. No FCP julgo que faria melgor do que o trglodita do Sérgio Conceição. sSu adepto do FCP, mas acho que o S.C (e o seu octagenário patrão) deveria(deveriam) era estar de saída. Embora não simptize com o JJ faria, seguramente, melhor do que o S.C que este ano não ganhou...NADA!

Erk disse...

Verticalidade, um sinónimo de "falta de solidariedade" para com a direcção. Uma agenda própria onde o "Sporting" só entraria por acaso e muito depois do "eu".

Mas não foi o único, ou sequer o principal, a contribuir para a queda de um projecto de um Sporting fulgurante, dos adeptos, e não dos croquetes que nem sabem onde fica o pavilhão.

vitor disse...

Uma coisa é concordar que JJ não chega a ser metade do treinador que só o ego dele pensa que é. Independentemente dos serviços prestados ao SCP naquela inenarrável fase final. E de desejos das maiores felicidades no Brasil. Outra coisa totalmente diferente é continuar a adorar um aldrabão que nunca teve onde cair morto. O maior contributo da dupla de médicos Barroso/Sampaio ao SCP. Que mais do que qualquer sentença do forro criminal já devia ter sido sentenciado com o resto da vida o mais longe possível do desporto há muito tempo. Ou no mínimo, do SCP!