quarta-feira, 5 de junho de 2019

Ganhar o dia


Hoje, já ganhei o dia. Numa manhã no Instituto de Defesa Nacional, numa organização em articulação com a FLAD, ouvi um especialista belga sobre o “Regresso da Política das Grandes Potências e a Defesa europeia”, um académico americano sobre “As relações transatlânticas - o caminho futuro” e uma investigadora sueca sobre “Segurança Climática - um desafio global”. Três motivantes apresentações, que suscitaram interessantes debates. 

Por Lisboa passam, nestes tempos, figuras que enriquecem as nossas perspetivas e obrigam a pensar, não apenas “fora da caixa”, mas, principalmente, abalando leituras demasiado rígidas e rotineiras. Quem estiver atento, pode ganhar muito com a sua presença nestas ocasiões.

Uma pessoa sentada ao meu lado notava que estávamos perante intervenções bastante fora do “mainstream” oficioso. Ora é precisamente disto que o nosso debate precisa. Ouvir atores do poder ou que o representam pode não ser um tempo totalmente perdido, mas é, quase sempre, um “déjà vu”.

7 comentários:

Anónimo disse...

Completamente!!!

Anónimo disse...

Só é pena que quando se trata da Espanha e da Catalunha, todos os pensamentos sejam "dentro da caixa". Diria mesmo, dentro da caixinha, que o respeitinho é muito bonito.

aamgvieira disse...

Fora da Caixa

D Day: 6/6/44

"Remarkable people at a remarkable time. True heroes, thank you so much for your sacrifice and bravery."

Por cá ruminavam as pequeninas mentes de serraduras fascistóides/coministóides......

Augie Cardoso, Plymouth, Conn. disse...

How true, a Vieira.
Por Lisboa andam as" femanatzis" e a rusga .

Luís Lavoura disse...

Anónimo de 5 de junho de 2019 às 18:50
Bom comentário!

Anónimo disse...

Ainda sobre a caixinha (tão apreciada pelos "amigos"), apreciemos esta maravilha:

1) Oriol Junqueras é candidato a deputado regional mas é impedido de fazer campanha por estar preso (preventivamente). Junqueras é eleito mas é impedido de tomar posse.

2) Junqueras é candidato a deputado nacional mas é impedido de fazer campanha por estar preso (preventivamente). Junqueras é eleito. Junqueras toma posse. Junqueras é impedido de participar nas sessões.

3) Junqueras é candidato a deputado europeu mas é impedido de fazer campanha por estar preso (preventivamente). Junqueras é eleito. Junqueras não poderá tomar posse.

Se estiverem a rir com esta palhaçada da vibrante democracia espanhola, deviam estar a chorar...

Francisco Seixas da Costa disse...

Ao Anónimo das 21:38. Esta é a última vez que, sempre que for despropósito, aqui ficará o seu conhecido clamor anti-espanhol