sexta-feira, 28 de junho de 2019

António Costa


Nos últimos três dias, passados com colegas de um projeto que envolve todos os Estados membros e instituições da União Europeia, recebi imensas perguntas sobre o “futuro europeu” de António Costa. 

Espontaneamente, várias foram as pessoas que me disseram que o primeiro-ministro português é, nos dias de hoje, uma personalidade muito respeitada na União, com o seu nome a ser crescentemente mencionado para um cargo dirigente na próxima repartição de posições cimeiras. A função de presidente do Conselho Europeu foi a mais referida.

Não “bebo do fino”, não tenho a menor informação que me permita saber se, da parte do chefe do nosso governo, há um mínimo de abertura para considerar esta hipótese. Mas tenho uma profunda convicção: se acaso António Costa encarasse a possibilidade de ir por essa via cometeria um erro de enormes proporções - para os interesses nacionais portugueses, que são os que mais me importam.

10 comentários:

Anónimo disse...

Antonio Costa nunca cairá numa asneira dessas. Talvez no fim da próxima legislatura.

Luís Lavoura disse...

Concordo com o Francisco.
António Costa tem 58 anos. Deve ficar em Portugal mais 4 anos. Depois disso ainda terá idade para ir para a Europa.

Joaquim de Freitas disse...

Sobretudo deve evitar de ser arrastado na derrocada da Europa.

aamgvieira disse...

Respeitada, onde ?

Anónimo disse...

Por favor levem o homem!!!!

Anónimo disse...

Com esse senhor, Portugal não pára de bater recordes de endividamento, antes terá que apresentar uma estratégia clara e reformista para suster o lento deslizar do país para a vizinhança dos mais pobres da Europa.

dor em baixa disse...

Não vai agora senão seria outro Durão Barroso e vejam o que é feito dele.
Não vai mais tarde porque entretanto a onda passa e depois ninguém mais se lembra dele.

Anónimo disse...

Portugal "convida" para condecorar, despedida ....
Título no Express: "Boris Johnson ORDERS Juncker and Barnier to UK to open Brexit talks in first PM move"
"Differente folks, different strokes".

Anónimo disse...

Lido no Observador:

"A geringonça é má. Não há qualquer dúvida sobre isso. Mas uma maioria absoluta do PS é ainda pior. Antes do voto de Outubro, convém recordar muito bem o que foi a maioria absoluta do PS de Sócrates"

Anónimo disse...

António Costa pensava que os outros líderes europeus eram como o Bloco e o PCP e que dariam a vitória a quem perdeu as eleições europeias......