domingo, 4 de agosto de 2019

Brasil (4)


O ministro francês dos Negócios Estrangeiros, Jean-Yves Le Drian, qualificou como “emergência capilar” a decisão do presidente Bolsonaro, do Brasil, de cancelar à última hora o encontro que tinha com ele para ir cortar o cabelo. 

Uma grande diplomacia é também isto.

2 comentários:

Anónimo disse...

O ministro não percebeu que o Bolsanaro tinha finalmente conseguido hora no barbeiro do Trump, do Boris e do Kim
Fernando Neves

Jaime Santos disse...

Não, não, Fernando Neves, o ministro percebeu perfeitamente. Daí a emergência...