sábado, 21 de julho de 2018

À atenção de S. Pedro


Dizem-me que está a criar-se por aí um movimento de opinião e de massas no sentido de exigir a demissão de S. Pedro, atenta a sua reconhecida medíocre prestação, em matéria climática, em todo este ano.

Não sou tão radical, mas apenas por ora. Deixo assim um aviso: se, no dia 27, data em que inaugurarei a minha época de praia, tudo continuar na mesma, contem comigo para me juntar aos protestos. Quem não tem competência dá lugar a outro e não devem faltar por lá santos sem ocupação.

Há limites para a nossa paciência!

4 comentários:

Jorge Silva disse...

Já vem tarde! A Dra. Assunção Cristas já pediu a demissão de S. Pedro, do ministro do ambiente e de sete secretários de estado.
Boas férias

alvaro disse...

É da próstata! Está velhote com dois mil e tal anos, está com dificuldade em controlar as águas, tanto está em anúria como já logo vai de regueirada!

Anónimo disse...

Pois.....
Parece que o subsídio que este Governo tem dado ao S. Pedro em cheques pré-datados nem sempre teem cobertura ou são deficeis de a terem a tempo. Por isso o S. Pedro tem feito uns dias de greve. Também Ele acha que tem direito a isso.

Luís Lavoura disse...

O meu palpite é que a culpa é das erupções vulcânicas que houve este ano (no Hawaii, na Guatemala, etc). Encheram a atmosfera de poeiras e é isso que está a dar cabo do verão.