domingo, agosto 14, 2022

Nas redes

Nas redes sociais, há pessoas que bloqueiam quem defenda ideias radicalmente opostas às suas. Levada essa prática ao extremo, acabarão a pensar que toda a gente pensa como elas. Eu sigo alguns que defendem causas que abomino ou desprezo: assim, nunca me esqueço de que essa gente existe.

Sem comentários:

O dia seguinte

Lula vai ganhar. Mas, no final, como aconteceu nos EUA com Trump, iremos olhar para os largos milhões de brasileiros que votaram Bolsonaro. ...