domingo, 19 de janeiro de 2020

Olá, António!


Passaram dois anos, mas parece que foi ontem! Deixámos de ter as tuas ironias, as tuas indignações, a tua inteligência, as tuas memórias. Só não deixámos de ter saudades tuas, António.

Sem comentários: