quarta-feira, junho 21, 2023

Guerra

Nas últimas semanas, há uma intensificação da difusão de filmes onde se observa a destruição pela Rússia de material militar oferecido pelo ocidente à Ucrânia. O óbvio objetivo é tentar levar o contribuinte que paga esse material a interrogar-se sobre a utilidade do seu esforço.

8 comentários:

Luís Lavoura disse...

levar o contribuinte que paga esse material a interrogar-se sobre a utilidade do seu esforço

Num momento em que o défice federal dos EUA está em 8% do PIB americano (segundo dados do insuspeito Economist), o contribuinte americano deveria interrogar-se sobre a sensatez de gastar tanto dinheiro em material militar.

Luís Lavoura disse...

Até admira como é que a sagaz Ursula von der Leyen permite que tais filmes sejam difundidos na União Europeia. Será que ela não repara que esses filmes são óbvia propaganda russa e que, como tal, deveriam ser censurados?

Carlos Antunes disse...

“Montrer cent fois une vidéo d’un char détruit donne toujours un seul char réellement détruit”
Posted by Michel Goya “La bataille pour la première position” at 6/16/2023, https://lavoiedelepee.blogspot.com/

Nuno Figueiredo disse...

nunhoma.

Anónimo disse...

Dois comentadores pró-Ucrânia a comentar sobre este conflito.
Não querendo ser ingénuo, duvido e muito, suceda o que suceder, que os EUA e a Nato se envolvam um dia neste conflito. Dito isto, Zelensky está a prazo e mais dia menos dia, ou é derrubado pelas suas próprias tropas, ou é morto pelos russos. Se alguém acredita que a Ucrânia irá sair vencedora deste conflito e a Rússia derrotada é ingénuo. Quanto à Crimeia (que é historicamente russa), nunca será devolvida à Ucrânia. Quanto ao Donbass, talvez, quem sabe, se negoceie uma espécie de autonomia, que sirva ambos os interesses, russo e ucraniano. E a Ucrânia a ficar definitivamente fora de qualquer hipóteses de ser membro da Nato.
a) E. Mateus

Unknown disse...

Perante a lenta recuperação da Ucrânia, os comunistas defensores do Kremlin (que gostam do ditador Putin) estão cheios de esperança num revés da Ucrânia. Tenho pena deles pois representam o lado mais triste e mais desumano das ideias políticas dos dias de hoje.

Joaquim de Freitas disse...

Carlos Antunes disse...
“Montrer cent fois une vidéo d’un char détruit donne toujours un seul char réellement détruit”.

Pois, Sr. Antunes .E quando hà 7 000 KIA, 160 tanks e 360 carros blindados destruidos . Tanks Leopardo e Bradley estao por todo lado, destruidos. Uma foto chega?

A contra ofensiva ucraniana estampou-se contra uma muralha de aço russa.
.
Dizer à Ucrânia para lutar “tanto tempo quanto for necessário” é desumano.

""Acabem com esta trágica guerra já.” Como muito bem disse o ex-coronel da Marinha dos EUA, ex-chefe do serviço penal do Pentágono e ex-senador estadual republicano da Virgínia, Dick Blake.durante a videoconferência de especialistas militares e de inteligência, intitulada
"Políticas de loucura ameaçam nos arrastar para uma guerra nuclear."

Que também disse:"A qualquer momento, EUA e Russia, cada um tem 1.400 ogivas nucleares prontas para serem lançadas. Mesmo que lancemos um ataque surpresa massivo contra a Rússia, nunca poderemos destruir sua grande frota de submarinos nucleares. Muitos de seus mísseis hipersônicos seriam lançados rapidamente, e muito mais bombas e mísseis escapariam dos ataques iniciais.
A Rússia então retaliaria transformando Nova York e Washington em vidro radioativo. Poucas pessoas sobreviveriam nas grandes metrópoles - Atlanta, Chicago, San Francisco, Detroit, Los Angeles. Sim, destruiríamos a Rússia e também destruiríamos a China.
Mas nem a Europa nem a Ásia seriam poupadas; O Japão sofreria um holocausto nuclear que faria Hiroshima e Nagasaki parecerem incêndios florestais. Londres desapareceria da Terra; Paris, Bruxelas, Berlim e Roma pereceriam.

E por que fazer? Para enriquecer os filhos de políticos corruptos que enchem os bolsos com informações privilegiadas? Para a glória de uma nova ordem mundial demoní

Joaquim de Freitas disse...


Luís Lavoura disse...
"Até admira como é que a sagaz Ursula von der Leyen permite que tais filmes sejam difundidos. "

Mas Sr.Luis Lavoura: Como sabe existem muitas "nuances" para dizer algo de insuportável, quando se mentiu tanto aos europeus. E Ursula vai dever afrontar a realidade: E começar por fotos que Zelensky não gosta, é uma muito subtil... Dois menos! Tanto mais que os alemães, jà começaram a dizer que não vão substituir os Leopardos mortos...na selva ucraniana …

É claro?

Um comentador no meu blogue diz que não posso usar "denegrimento", pelo facto desse vocábulo associar uma imagem negativa à palavr...