terça-feira, 30 de março de 2021

Tropa

A convulsão que a hierarquia militar atravessa, nestas horas, no Brasil, não permite raciocínios “cinzentos”: ou o presidente está a brincar com o fogo e esta coreografia lhe pode sair muito cara ou tem garantida uma força suficiente que lhe permitirá sair por cima de tudo isto.

2 comentários:

Tony disse...

O Burgesso, ainda vai imitar o atual e belo regime de Myanmar (Birmânia), repondo o que já funcionou no Brasil, de Abril de 1964 a Março de 1985 (perto de 11 anos). Ditadura militar, que o próprio, diversas vezes, tem elogiado.

Jaime Santos disse...

Segundo li, as chefias militares brasileiras desprezam Bolsonaro, como as americanas desprezavam Trump. De notar que ele foi condenado em tribunal militar, sendo depois a condenação revertida em recurso, se não me engano... Ora, se à coisa com que a tropa não pode é com quem é insubordinado...