terça-feira, 30 de março de 2021

Sinais dos tempos

Pressente-se a decadência inexorável de um país quando a sua equipa de futebol inicia um jogo a perder com o Luxemburgo. Tá bem: eu sei que seria pior com Belize, Transnístria, Bophuthatswana, Djibuti ou São Marino. Mas, mesmo assim: o Luxemburgo, caramba?!

5 comentários:

Tony disse...

Olhe, que estava lá um miúdo, do Pragal, de origem africana, que a jogar no Grã Ducado, meteu logo um golo a Portugal. Parece que também à Irlanda. Portugal, entrou lento no jogo.

Luís Lavoura disse...

Não vejo o que é que um resultado de futebol possa ter a ver com qualquer "decadência inexorável" de um país.
De resto, aquilo não era um jogo internacional, aquilo era um jogo de Portugal A contra Portugal B.

albertino ferreira disse...

Com qualquer equipa dessas que menciona já não há cabazadas das antigas, embora a Bélgica tenha dado 8-0 á Bielorrússia e o Japão 14-0 à Mongólia!

Catarina disse...

Se a memória me não falha, Eduardo Prado Coelho escreveu uma crónica sobre um jogo com o Luxemburgo em que o resultado não foi nada abonatório para as cores nacionais...

Unknown disse...

Pois, senhor embaixador, eu classifico, sempre os países e as cidades e as regiões, ao contrário das suas prestações no futebol. É o que me ensina o padrão nacional.
Assim, fico todo contente de a minha região, o Alentejo, não ter nenhum clube nos escalões superiores do nosso futebol: é sinal de que há menos corrupção, menos dinheiro mal ganho e mal gasto...
Veja lá onde se concentra a maioria dos clubes da nossa primeira divisão ...e compare isso com os níveis de crimes económicos, corrupção, fuga aos impostos, processos a autarcas etc... etc... nessas mesmas zonas do país...
Devo estar a ficar velho e rezingão...
MB