domingo, 21 de março de 2021

Toponímia interessante

 


10 comentários:

Jorge Lobo de Mesquita disse...


Será que se cruzam?

https://www.crembaixador.pt/?gclid=CjwKCAjwgOGCBhAlEiwA7FUXklZHgEbJ6B-Y6ljc8s46phOsR2MKMZidqFpHOHnDLb_3osOaVqUD8BoCes0QAvD_BwE

Flor disse...

É verdade! O meu nome é Maria Isabel e há também em Lisboa a Travessa das Isabeis :)

Unknown disse...

É uma rua muito bonita, vale a pena visitá-la e fotografá-la. FTavares

Unknown disse...

O senhor embaixador é um vaidoso: vê-se, mesmo, que essa placa é falsa...
MB

Nuno Flamino disse...

Como vivemos em democracia o participante das 17:36 pode escrever
o que lhe apetecer, menos que a placa é falsa, a rua começa ao princípio
da Calçada da Ajuda, junto a uma pastelaria que tem maravilhosos Pasteis de
Nata.
Nuno Flamino

Unknown disse...

Isto é demasiado. O internauta das 19.28 gosta de esticar a corda: até inventou pastéis de nata e tudo para acreditar que aquela rua existe. Em Portugal, pois...! E o mais certo é ser em Lisboa, que é grande e os incautos não conseguirão saber se é verdade ou não... e na dúvida acreditam. Este sítio está a tornar-se muito interessante...Gosto disto.
MB

Ana S disse...

É curioso como ainda há comentadores que não sabem usar o Google Maps ou outros aplicativos do género!

Carlos Diniz disse...

Será que o "Desconhecido" das 21:43 ignora uma coisinha chamada Google Maps?

Caro Nuno Flamino, antes de ter mudado de gerência e de nome, a pastelaria a que se refere, A Chique de Belém, era famosa pelos Pastéis de Nata, sim senhor, e diga-se que a fama era mais que justificada. Agora que passou para as mãos da Versalhes ignoro se continuam tão bons ou melhores que antigamente. Mas brevemente, espero, averiguarei isso.

maitemachado59 disse...

No meu tempo, os Garibaldi da Versalhes eram os melhores bolos em Lisboa - sem desfazer dos pasteis de nata, que sao "a national treasure".

maitemachado59

Unknown disse...

Eu sou o "desconhecido das 21.43 de 22 de Março
E sempre quero dizer à Ana S e ao Carlos Diniz que sei muito bem que essa coisa do Google Maps e outras foleirices semelhantes são sempre para nos atirar poeira para os olhos - cósmica às vezes...
E não me venham com essa dos bolsos: é com papas e bolos que se enganam os tolos.
Nisto tudo o que mais admiro é o sentido de humor do Senhor Embaixador: às vezes faz-me lembrar o Jorge Luís Borges que para apimentar as suas ficções nos cita livros que não existem e nos obriga a ir à "Britânica" à procura de entradas que lá não estão.
Coisas...
Eu bem vos percebo.
MB