segunda-feira, 29 de março de 2021

A abrir as notícias

Merece uma análise cuidada a razão pela qual um tema internacional cuja extrema gravidade é evidente há imenso tempo sofre, de um dia para o outro, um “upgrading” informativo. Refiro-me à situação em Cabo Delgado. Não quero acreditar que seja por já haver estrangeiros mortos...

1 comentário:

Portugalredecouvertes disse...

É horrível como as atrocidades podem invadir a vida das pessoas
sem que elas façam algo para que isso aconteça
sem que consigam ter proteção

Há alguns anos encontrei por acaso a história de Pemba
"...sede de município e distrito, e capital da província de Cabo Delgado,
situada "numa das mais amplas baías do mundo, logo a seguir à de
Sidney e à da Guanabara, no Rio de Janeiro"

Até 1976 a cidade tinha o nome de "Porto Amélia" em homenagem à última rainha portuguesa,
a Rainha Dona Amélia de Orléans, filha dos Condes de Paris, que "casou com o herdeiro da coroa portuguesa, o Príncipe D. Carlos, que assumiu o trono quando o Pai, D. Luiz, faleceu no final de 1889"
A povoação foi elevada à categoria de vila em 19 de dezembro de 1934 e à de cidade em 18 de outubro de 1958, regressando à designação Pemba depois da independência, em março de 1976
Para quem quiser conhecer, existem alguns vídeos de Porto Amélia como este:
https://www.youtube.com/watch?v=ILZBt6ch04M