quarta-feira, abril 17, 2024

Diplomacia

Conhecendo alguma coisa da diplomacia, sou de opinião de que Pedro Sánchez roçou a deselegância na forma que escolheu para o elogio público a António Costa. E achei perfeitamente adequada e correta a reação de Luís Montenegro. Eu digo o que penso.

10 comentários:

Flor disse...

Ambos "roçaram a deselegância".

Luís Lavoura disse...

Acho que tem razão. Sánchez não tinha necessidade de se exprimir daquela forma naquela ocasião.

Anónimo disse...

Também estou de acordo. Mas também não percebo a necessidade do montenegro ir a correr prestar vassalagem a madrid (e o costa e o marcelo já o tinham feito vergonhosamente na candidatura ao mundial).

Anónimo disse...

Há ajudas que não ajudam.

AV disse...

Há ajudas que não ajudam.

manuel campos disse...


Totalmente de acordo, provavelmente quando discursa em segundos casamentos aproveita para elogiar o cônjuge anterior, com quem simpatizava mais.

Parafraseando Budd Schulberg pergunto-me muitas vezes “o que faz correr Pedro Sanchez?” pois, salvas as devidas proporções, há ali pontos comuns.

Quanto a Luis Montenegro a algum sítio teria que ir primeiro e não sou eu que sei e tenho que lhe dizer onde deve ou não ir, decerto haverá razões para ter ido agora a Madrid.
Mas fosse onde fosse e quando fosse (ele ou PNS) não teria ido onde devia ter ido, nunca falha.

Rui Figueiredo disse...

Faz muito bem em dizer o que pensa, só lamento não ter o mesmo critério quando impediu um comentário análogo em anterior post (Manuel Alegre). Como "proprietário" tem essa prerrogativa e só acrescento, como fez Carlos Candal há alguns anos: Parabéns a prima!

João Cabral disse...

Ainda há quem espere virtudes de Sánchez.

João Cabral disse...

Saúde-se Montenegro ao falar em português, contrariamente a outros.

Carlos Antunes disse...

Senhor Embaixador
E não é deselegância numa visita oficial de Estado LM sair a correr da Moncloa para se dirigir à sede do partido da oposição encontrar-se com Feijo?
O que diria se Sanchez em próxima visita oficial a Portugal depois de se encontrar com o 1.º ministro LM, fosse de seguida ao Largo do Rato encontrar-se com Pedro Nuno Santos?


Do Irão a Israel

Ver aqui .