sábado, 6 de fevereiro de 2021

Contrição

Quando o Sporting foi buscar ao Braga, por um preço brutal, o treinador Rúben Amorim, pareceu-me um exagero.

Agora, vendo o trabalho feito (nada está ganho, claro!) e, em particular, a sua atitude serena (nunca lhe ouvi a voz, porque não vejo nem um segundo de “futebol falado”), dou a mão à palmatória.

1 comentário:

Unknown disse...

"por um preço brutal"

O meu filho, que está muito ao corrente destas coisas do futebol, diz-me repetidamente que o Sporting falcatruou, nunca tendo chegado a pagar aquilo que tinha combinado.