terça-feira, 16 de novembro de 2010

Fado

Um comité intergovernamental da Unesco acaba de qualificar o "repas gastronomique des Français" como "património imaterial da Humanidade". 

Para o ano, o fado vai entrar nesta compita. Estou confiante. Em matéria de imaterialidade patrimonial, o nosso fado dificilmente será batível em 2011. 

11 comentários:

Anónimo disse...

Assim sim! Gosto de diplomatas com apurado sentido de humor.

Anónimo disse...

Até porque segundo percebi também uma coisa qualquer ligada ao gado belga e outra ao canto mexicano também fazem parte do lote das refeições francesas... o que é isso do Gado Belga?

Helena Sacadura Cabral disse...

Ai! Senhor Embaixador...essa da "imaterialidade patrimonial" veio mesmo na altura certa!
Não há como o fino humor - de quem o sabe usar - para se fazerem as mais deliciosas afirmações.

cunha ribeiro disse...

Se quiserem eu vou de graça ao espectáculo cantar "um fado vadio"...

Julia Macias-Valet disse...

I beg your pardon !!???

Anónimo disse...

Na...
Antes do fado

O Sol da nossa Simpatia...
Isabel Seixas

patricio branco disse...

É extranho (ou estranho?) mas o fado nunca se soube libertar da amalia rodrigues e evoluir, ao contrario do canto flamenco, do tango, etc. Há novas/novos fadistas, mas não há novo fado.
Só talvez carlos do carmo tenha feito algo para o renovar.
Mas acho bem que seja classificado pela unesco como uma forma musical de valor para a humanidade que deve ser protegida, tal como o tango, o pasodoble, o flamenco, a morna (que é o fado de cabo verde) o samba, o bolero, a canção e o acordeão de paris e tantos outras formas musicais

Julia Macias-Valet disse...

Li a informaçao na imprensa...e acho que vou tomar duas Alka-Seltzers : (

Ontem cheguei a pensar que estava a IRONIZAR...ou bem HUMORADO ; ) ... Mas afinal... " tudo isto existe, tudo isto é triste, tudo isto é FADO !"


Le 23 février 2008, Nicolas Sarkozy, en visite au Salon de l’agriculture, à Paris, annonce son intention de déposer à l‘Unesco un dossier en vue de l’inscription de la gastronomie français, justifiant son action par le fait qu’« elle est la meilleure au monde ». Sa déclaration suscite aussitôt l’ire de nombreux pays à grande tradition gastronomique. Notamment l’Espagne et l’Italie. Sont dénoncées l’arrogance et la suffisance françaises.

Sacré Sarko !!!...

Helena Sacadura Cabral disse...

Meu caro Cunha Ribeiro
O fado vadio - uma maravilha cantado à desgarrada - foi à vida!
Hoje o fado é sofisticado e se Marceneiro voltasse não o reconhecia!
Mas ofereço-me para o dueto consigo. Assim, talvez possamos vir a animar uma tertúlia parisiense.
Ó Senhor Embaixador, já pensou no original que seria?!
;-))

Cunha Ribeiro disse...

Olha eu, tão pequenino ( sentido figurado, pois 1,80 m...) ao lado de uma grande senhora como a Sra Dra Helena...

Que belo espectáculo ( pró meu umbigo...)!

Mas agradeço a sugestão que me deixou babado, Dra Helena.

Cunha Ribeiro disse...

Olha eu, tão pequenino ( sentido figurado, pois 1,80 m...) ao lado de uma grande senhora como a Sra Dra Helena...

Que belo espectáculo ( pró meu umbigo...)!

Mas agradeço a sugestão que me deixou babado, Dra Helena.